Educação Infantil de Lajeado retorna em 20 de janeiro para crianças de 3 a 5 anos que já frequentavam aulas neste ano

O retorno completo das Emeis e Emefs está previsto para fevereiro. Veja o planejamento completo para a educação em 2021.


0
Foto: Tiago Silva

O ano letivo na rede municipal de Lajeado foi concluído na segunda-feira (28), conforme explica a secretária de Educação, Vera Plein. São 48 escolas do município, entre Educação Infantil (Emei) e Ensino Fundamental (Emef), com 9,4 mil alunos — 3,4 mil alunos nas creches e 5,950 nas Emefs.

Em função da excepcionalidade da pandemia de coronavírus, o calendário foi cumprindo com as 800 horas determinadas pelo Conselho Nacional de Educação, dispensados os 200 dias letivos. Todos os alunos foram passados de ano — alguns com ressalva.

Para vencer o calendário, a rede municipal realizou atividades no sistema híbrido, com aulas nos formatos presencial e remoto. As famílias puderam escolher se levavam os filhos para atividades nas escolas.


ouça a entrevista

 


Calendário de 2021

Para 2021, a secretária diz que o ano letivo ainda está sendo desenhado em nível municipal. O retorno completo das Emeis e Emefs está previsto para fevereiro.

Porém, as instituições de Educação Infantil retomam em 20 de janeiro para o atendimento às crianças de 3 a 5 anos que já frequentavam as aulas neste ano. Para as novas, o retorno ocorre a partir de fevereiro.

Vera Plein reconhece que o ensino e a aprendizagem ficaram prejudicados em função da pandemia de coronavírus. “Houve perdas pedagógicas na questão do desenvolvimento educativo das crianças, e isso nós precisamos recuperar. Teremos que pensar e planejar de que forma”, destaca.

Para a secretária, o momento gera maior ansiedade e abala o emocional dos alunos e das famílias. Por isso, ela propõe que seja conduzida uma avaliação diagnóstica com os estudantes para traçar um planejamento. Vera entende que a integração e a recreação encontrados nas escolas são importantes para a formação e desenvolvimento das crianças.

Foto: Tiago Silva

Preparados, de certa forma

Apesar disso, a secretária de Educação de Lajeado não considera que 2020 foi um ano perdido. “Vejo um ano de muitos aprendizados, de novos aprendizados”, pondera.

“Foi um ano difícil, mas a gente estava de certa forma um pouco preparados, porque tínhamos comprado os Chromebooks, tínhamos investido em novos computadores e notebooks para as escolas. Então, tem um investimento de internet. Propomos agora novos investimentos na rede de conectividade, que é necessário para darmos mais segurança para as escolas”, ressalta.

Casos nas escolas

A titular da pasta de Educação de Lajeado diz que houve “um ou outro caso de crianças que foram afastadas em razão de algum familiar ter sido contaminado”. “Em relação aos professores também”, observa Vera Plein.

Antes do retorno das atividades presenciais, foi feita a testagem com os profissionais de educação e sanitização da escolas. “A gente tem visto que a escola é tranquila, existe uma limpeza, um cuidado maior. Todos os nossos alunos e profissionais receberam máscara”, ressalta.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui