EGR promove obras emergenciais na RSC-453 a partir desta quarta

Serão feitos reparos entre os quilômetros zero e 15


1
Foto: Edivan Rosa/EGR RSC-453

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) informa que, a partir desta quarta-feira (18), executará obras emergenciais na RSC-453, entre Venâncio Aires e Lajeado. Serão feitos reparos entre os quilômetros zero e 15, incluindo o recapeamento em mais da metade desse trecho.

De acordo com a EGR, desde 2020 a empresa atua na recuperação da RSC-453. Algumas etapas já estão concluídas, como o restauro completo – incluindo reciclagem e reparos profundos, além do recapeamento do trecho entre os quilômetros 15 e 20, em Cruzeiro do Sul.

O cronograma, no entanto, atrasou. O motivo seria uma ação judicial impetrada por uma empresa da região, que culminou com a suspensão da licitação para a realização da última etapa dos serviços. Além da manutenção, serão construídas duas rotatórias – nos km 27 e 29 – e melhorias no acesso ao Distrito Industrial de Venâncio Aires.

A EGR recorreu da decisão judicial e aguarda o julgamento do recurso. Enquanto isso, não é possível dar abertura a outro procedimento licitatório, sob pena de responsabilização por descumprimento de ordem judicial.

“Até que o problema possa ser solucionado de maneira definitiva, estamos intensificando as operações tapa-buracos e programamos o recapeamento em um trecho significativo, com início nesta quarta-feira”, explica Luiz Fernando Záchia, diretor-presidente da EGR.

1 comentário

  1. A EGR tem coragem de dizer que desde 2020 esta recuperando o asfalto, deveriam colocar que desde que começaram a trabalhar, utilizam material de péssima qualidade, cobram um valor alto demais para o serviço oferecido, e toda vez que remendão algo, vc pode ter certeza que não vai durar muito, exemplo disso é o que fizeram Mato Leitão, que durou até a primeira chuva e já esta tudo esburacado. Só espero que desta vez realizem um serviço a altura do valor cobrado. E EGR, vc cobra do KM 0 ao 29, então faça algo decente em todo este trecho. Ou então fecha as portas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui