Eleição de 2020 tem 108 candidatos únicos a prefeito e 11 mil concorrentes milionários

A maioria tem mais de 45 anos e, pela primeira vez na história, se declara preta ou parda.


0
Foto: Ilustrativa

Uma reportagem da “Folha de S. Paulo” aponta que as eleições municipais de 2020 registram uma série de peculiaridades em todo o país. São mais de 10 mil concorrentes milionários e 243 que disseram não ter nem R$1 em bens. Outros 1.430 têm a palavra “bar” no nome que aparecerá na urna, 1.468 “farmácia” e dois que acharam uma boa ideia adotar o apelido “cloroquina”.

A maioria tem mais de 45 anos e, pela primeira vez na história, se declara preta ou parda. Agricultor e servidor municipal são algumas das ocupações que mais aparecem nos registros enviados ao Tribunal Superior Eleitoral.

Em pelo menos seis cidades, o eleitor terá que decidir entre 16 candidatos, o oposto de 108 cidades que contam apenas com um candidato a prefeito. Este, também, é o ano com mais mulheres na corrida eleitoral. Por lei, cada partido deve ter ao menos 30% de candidatas nas eleições proporcionais. Elas eram 31% em 2016 e agora somam 34%.

Fonte: Os Guedes e Folha de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui