Em audiência na OAB, prefeito de Encantado apoia movimento contrário ao fechamento da Vara da Justiça do Trabalho no município

O encontro ocorreu na manhã desta segunda-feira (14), na sede da entidade, em Porto Alegre


0
Foto: Divulgação

O prefeito Jonas Calvi integrou a comitiva de Encantado que participou de audiência pública organizada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS) contra o fechamento das Varas da Justiça do Trabalho. O encontro ocorreu na manhã desta segunda-feira (14), na sede da entidade, em Porto Alegre.

A transferência de unidades judiciárias de primeiro grau da Justiça do Trabalho está prevista na Resolução do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) nº 296/2021. Conforme a OAB/RS, a medida pode implicar até mesmo na extinção de unidades judiciárias, afetando nove Varas do Trabalho no Rio Grande do Sul, entre elas, a situada em Encantado, de acordo com relação divulgada em janeiro desse ano.

A Vara do Trabalho com sede em Encantado atende 13 municípios. Anta Gorda, Capitão, Doutor Ricardo, Encantado, Guaporé, Ilópolis, Muçum, Nova Bréscia, Putinga, Relvado, Roca Sales, União da Serra e Vespasiano Corrêa.

O prefeito Jonas teve oportunidade de se manifestar durante a audiência e garantiu apoio à reinvindicação. “Não estamos aqui chamando atenção para números, mas sim para os prejuízos que essas comunidades sofrerão. No nosso caso, são 13 municípios afetados. Queremos estar juntos. Somos apoiadores natos contra o fechamento”, afirmou.

O grupo de Encantado também esteve representado pelo vereador Roberto Salton, o presidente da OAB/Subseção Encantado, Jorge Calvi, o procurador da Câmara de Vereadores, Wagner Vidal, e o representante do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Alimentação de Encantado, Jovani Roveda. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui