Em reunião-almoço, lideranças propõem união regional para eleger deputados do Vale do Taquari

Evento promovido pela Acil e CIC-VT contou com debate entre prefeitos da região; diversas autoridades políticas e empresariais estiveram no encontro desta quarta-feira


0
Lideranças apoiaram a ideia de unir grupo para traçar estratégias políticas para a região (Foto: Ricardo Sander)

A união regional para que o Vale do Taquari volte a ter representantes na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados foi o principal tema da reunião-almoço promovida pela Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) e a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT) nesta quarta-feira (15). O painel, realizado no Salão de Eventos da Acil, em Lajeado, intitulado “Eleições 2022: chegou a vez do Vale”, contou com diversas autoridades políticas e empresariais da região e do estado.

A mediação do debate foi feita pelo vice-presidente de Relações Institucionais da Acil, Oreno Ardêmio Heineck, e os comunicadores Adair Weiss, do Grupo A Hora, e Paulo Rogério dos Santos, do Grupo Independente, fizeram as perguntas para as lideranças da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat): presidente Paulo Kohlrausch (prefeito de Santa Clara do Sul), vice-presidente Marcelo Caumo (prefeito de Lajeado), e secretário, Elmar André Schneider (prefeito de Estrela).

Reunião-almoço teve como pauta a representação política regional (Foto: Ricardo Sander)

Maior sinceridade e apoio empresarial

Elmar Schneider (PTB) foi o mais enfático em suas falas. Segundo ele, os empresários não apoiam os políticos da região. “Muitas vezes o empresário procura depois que você está eleito. Como candidato é meio ruinzinho a gente caminhar dentro da fábrica com o candidato, né”, cita. Ele acredita que é preciso uma maior sinceridade de todos os lados. “Nós vamos passar muitos anos sempre com aquela coisa: ninguém quer se queimar com ninguém. Os empresários são os melhores do mundo, os políticos são os melhores do mundo, ninguém mente, ninguém faz nada, está tudo certo e nós vamos ficar sem representação, sem secretário, sem nada”. E fala de uma união regional. “Vamos se fardar. Se nós não estivermos fardados, todos com a mesma cor, com o mesmo fardamento, nós somos Vale do Taquari, não vamos chegar a lugar nenhum”, reforça.

Prefeito de Estrela e secretário da Amvat, Elmar Schneider (Foto: Ricardo Sander)

Caminho em busca de um objetivo, independente da sigla

O prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo (PP) acredita que a região começa a se mobilizar de uma forma diferente, de uma maneira que não aconteceu nas eleições passadas. “E isso faz parte de uma maturação, um processo de aprendizado. E essa reunião e as próximas têm o objetivo de conseguirmos escolher caminhos em conjunto. Caminhos que podem ser seguidos, independente da sigla partidária, pensando no objetivo, maior, e isso está cristalino, que é o objetivo de o Vale ter os seus representantes”, comenta. Caumo credita que para que isso acontecer, é necessário acordo interno dos partidos. “É a reunião dos presidentes dos partidos de cada uma das cidades. Segundo passo é esse alinhamento frente à executiva estadual. Tenho certeza que com 15 candidatos não é plausível, não é possível. Depende muito da estratégia que a gente for montar, da adesão a essa estratégia e aí sim o caminho fica possível”, acredita.

Marcelo Caumo, prefeito de Lajeado e vice-presidente da Amvat (Foto: Ricardo Sander)

Estratégia e união de todas as categorias

Paulo Cezar Kohlrausch (MDB) entende que em todas as categorias existem pessoas mais honestas e menos honestas, “mas que essa demonização política no Vale seja mais forte e talvez seja por isso que nós ainda não tenhamos a representação. Ele defende uma estratégia definida. “Nós queremos (deputados do Vale)? Então vamos começar a trabalhar com mais maturidade e profissionalismo. Com estratégia. Ele defende uma união de todas as categorias para se atingir o objetivo. “A nossa sociedade é uma só. Não adianta nós ficarmos dividindo a sociedade dos políticos, dos industriais, dos agricultores. Se nós queremos algum futuro como representação política no Vale nós teremos que trabalhar juntos”, ressalta.

Prefeito de Santa Clara do Sul e presidente da Amvat, Paulo Kohlrausch (Foto: Ricardo Sander)

Continuidade da pauta

O presidente da Acil, Cristian Rota Bergesch, falou sobre a importância do tema da última reunião-almoço de sua gestão. “A realização deste painel é um anseio do meio empresarial de Lajeado e região que nos foi trazido pelos associados. Minha gestão se encerra em março do ano que vem. Porém, minha sucessora, Graciela Black, continuará a trazendo o tema do debate político como pauta das reuniões almoço da Acil,” pontuou. Segundo Bergesch, “a continuidade dessa pauta evidencia o desejo de participação política que está cada vez mais maduro no meio empresarial da nossa região, e a Acil está pronta para ser o eco e o reflexo da vontade dos associados”.

“Fica nosso pedido para que os partidos políticos, cujos presidentes ou representantes de âmbito regional – e até estadual e nacional – estão aqui presentes, liderem de forma consistente as ações necessárias para que tenhamos as condições de eleger, em 2022, os nossos representantes, tanto para Assembleia Legislativa quanto para o Congresso Nacional”, encerrou Bergesch.

Painel foi realizado no salão de eventos da Acil, em Lajeado (Foto: Ricardo Sander)

O presidente da CIC-VT, Ivandro Rosa destaca que o encontro busca reforçar a convergência entre Amvat, através dos prefeitos, e as entidades empresariais. “Nós somos dependentes desse apoio político tanto na esfera estadual, como federal. Muitas vezes a gente acaba se envolvendo, mas não é a função principal da entidade. Nós entendemos que (nosso representantes) devam ser pessoas realmente qualificadas e que tenham voto, que a população selecionou. Mas a gente precisa criar uma cultura de valorizar as autoridades da política regional e que efetivamente tenham condições de ser nossos representantes eleitos nos próximos pleitos”, cita.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui