Em reunião virtual da Amvat, presidente da Assembleia do RS diz que educação sofrerá um retrocesso

Além disso, Gabriel Souza apresentou oito ações do parlamento gaúcho no combate a pandemia


0
Foto: Reprodução

Na tarde desta sexta-feira (21) ocorreu mais uma assembleia virtual da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat). O convidado foi o presidente da Assembleia Legislativa do RS, deputado Gabriel Souza (MDB). Ele apresentou as ações do parlamento gaúcho e explanou de que forma o órgão pode colaborar com os prefeitos.

Além de apresentar ações do legislativo para o combate a pandemia, o deputado destacou que o Estado deverá estar preparado para novas demandas de uma sociedade pós pandemia, e falou sobre os efeitos na educação. “Já sabemos que as demandas serão outras, um exemplo é a educação. Teremos um retrocesso de quatro anos nos índices de aprendizagem. Precisamos entender que haverá de ter uma grande politica pública para isso”, comentou.

Além disso, o parlamentar disse que a assembleia tem o compromisso de fazer com que essas novas demandas que surgirão cheguem ao Executivo e aos órgãos públicos. “O Legislativo representa a sociedade, e se representa a sociedade, precisa se adaptar a essa nova sociedade que emergirá no pós pandemia, e fazer que essas novas demandas cheguem ao Executivo”, ressaltou.

Confira as oito ações criadas pelo parlamento gaúcho:

1 – Instalação de CPI para investigar os aumentos dos preços dos medicamentos e dos insumos utilizados no combate a pandemia

2 – Mediação para garantir apoio financeiro aos setores afetados pela pandemia; abertura do diálogo entre entidades representativas e executivo; R$ 7 milhões do legislativo para o setor de eventos.

3 – Ação conjunta com Tribunal de Justiça do Estado (TJRS), Ministério Público do RS, Defensoria Pública do Estado (DPRS) e Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) para repasse de R$ 70 milhões aos hospitais do Estado

4 – Destinação de R$ 5 milhões do seu orçamento para 55 pronto atendimentos do Estado

5 – Formalização do pedido de compra de vacinas junto ao laboratório União Química e Instituto Butatan

6 – Primeira Assembleia do país a votar e aprovar a autorização para que o executivo estadual pudesse adquirir as vacinas

7 – Instalação da comissão de representação externa para acompanhar a vacinação no RS

8 – Ingresso no STF em apoio à vacina para educadores e retorno das aulas presenciais

Ainda neste mês, na próxima sexta-feira (28) a Amvat tem programada assembleia virtual com a participação do secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos, que vai falar sobre as ações e atribuições da pasta. A participação de secretários e representantes de instituições faz parte da proposta da Amvat de aproximar os gestores dos governos estadual e federal, a fim de contribuir com seu trabalho à frente dos municípios.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui