Em seis meses, setor de energia solar passará a contar com taxação progressiva

A partir de 7 de janeiro de 2023, quem instalar painéis fotovoltaicos irá pagar uma taxa sobre o custeio da rede elétrica


0
Foto: Divulgação

Programado para entrar em nova etapa no dia 7 de janeiro de 2023, o marco legal da energia própria irá mudar as regras para quem produz energia solar em casa.

Atualmente, quem possui sistemas foto-voltaicos instalados em residências ou espaços comerciais conta com isenção até 2045 da cobrança de taxas referentes ao uso de sistemas de distribuição para micro e minigeradores de energia. Ou seja, durante os próximos seis meses, quem realizar a adesão de um sistema fotovoltaico irá manter os benefícios concedidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica.

A partir de 7 de janeiro do ano que vem, os novos consumidores irão pagar uma taxa gradativa durante os primeiros anos de uso, referente ao custeio da rede elétrica. A porcentagem inicial é de 4,1% em relação à energia produzida, subindo até 24,3% em 2028.

Fonte: Diário do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui