Empatia e resiliência: os caminhos para passarmos juntos por esse momento crítico

"Nunca antes essas duas palavras fizeram tanto sentido"; saiba por quê


0
Foto: Univates / Divulgação

Empatia é a capacidade de nos colocarmos no lugar do outro e resiliência é a capacidade de nos adaptarmos a mudanças e resistirmos a pressões. Nunca antes essas duas palavras fizeram tanto sentido. Não estamos lutando uns contra os outros, estamos lutando juntos para resolvermos uma crise de saúde pública e que se tornou uma crise social e econômica. Nossa guerra não é com aqueles que não estão na mesma situação que a nossa, nossa guerra é contra o vírus e a desinformação, nossa guerra é contra as quase 2 mil mortes do dia de ontem, contra os negócios que estão fechando e as mais de 14 milhões de pessoas desempregadas. Nossa luta é por todos nós, seja lutando sozinho ou juntos.


ouça o comentário 

 


 

Trago essa perspectiva pois iniciamos a semana muito balançados por familiares e amigos que estamos vendo doentes, por nossos negócios que estão em dificuldade, por nossos empregos que estão ameaçados e por nossas vidas pressionadas por tantas e tantas informações que nos jogam uns contra os outros. Assim, não tenho como me furtar, nesse momento, de pedir empatia, vamos nos colocar no lugar do outro, seja um outro muito próximo ou um outro mais distante, vamos perceber como está a vida dele e assim pensarmos sobre a nossa; e, resiliência, vamos nos esforçar ao máximo, apesar de cansados, para lidarmos da melhor forma com todas essas mudanças, com todos esses obstáculos enfrentados.

Se individual e coletivamente entendermos que somos parte de um todo, se formos mais empáticos e resilientes, conseguimos passar por essa crise que nos assola, nos desafia a cada dia e nos transforma a cada momento. Sejamos fortes, solidários e parceiros. Lutemos por vacinas e pela saúde de todos nós. Trabalhemos para que nossos negócios fiquem firmes e que o Estado, leia-se União, Estados e Municípios, cumpram seu papel de Estado. Somente muitas partes desse todo atuando juntas é que traremos o melhor para nossa comunidade. Sejamos empáticos e resilientes!

Cíntia Agostini, economista, doutora em desenvolvimento regional, professora universitária e coordenadora do Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui