Empresas com atividades suspensas foram informadas sobre adequações

Secretário da Agricultura de Estrela afirma que algumas já retomaram atividades.


0
José Adão Braun em entrevista no Programa Encontro Maior com Renato Worm (Foto: Chanderley Soares)


Na última semana, a equipe de Vigilância Sanitária de Estrela suspendeu de forma temporária as atividades de 13 agroindústrias e açougues. Os empreendimentos não estariam com a documentação necessária para o exercício da atividade em dia. O Secretário da Agricultura de Estrela, José Adão Braun, concedeu entrevista ao Programa Encontro Maior da Rádio do Vale AM 820.

Ele explicou que a fiscalização municipal visa facilitar a atividade do pequeno produtor. No entanto, cita que a lei deve ser cumprida. As agroindústrias e açougues vistoriados teriam sido avisados sobre a necessidade da apresentação de documentos.

No total, são mais de 20 exigidos através de leis federais e estaduais. Como as empresas não atenderam a solicitação, tiveram as atividades suspensas. Braun cita que algumas providenciaram a regularização e já retomaram os trabalhos.

O Secretário também esclarece que o problema não são com os produtos comercializados, mas apenas a questão legal de documentação.

José Adão Braun ainda informou que a intenção do município é obter o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte, o SUSAF, que viabilizaria a venda dos produtos para todo o Estado.

Hoje, as agroindústrias de Estrela podem comercializar seus produtos apenas no município. A atualização da documentação dos empreendimentos possibilitaria à Secretaria o enquadramento à nova sistemática de fiscalização. GL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui