Empresas Petz e Vivo dão licença para funcionário que adotar animais abandonados

O funcionário deve notificar o RH da companhia, apresentando os documentos necessários para comprovar a adoção


0
Foto: Getty Images

“Licença PETernidade”. Esse foi o nome adotado pela Petz e pela Vivo que estão dando licença de 2 dias para o funcionário que adotar um animal abandonado. A licença, segundo as duas empresas, é para que os funcionários possam dedicar um pouco mais de tempo à adaptação do novo animal de estimação. A modalidade dessa licença, comum em outros países, vai ajudar também na adoção consciente de animais que estão em abrigos brasileiros.

Incentivo

De acordo com Valéria Correa, diretora técnica da rede Petz e do Centro Veterinário Seres, a licença PETernidade não é uma folga. O funcionário precisa notificar o RH da empresa e comprovar a adoção consciente do animal. Após uma análise, ele receberá a licença de 2 dias, para se dedicar à adaptação do novo cão ou gato.

“Acreditamos que a licença PETernidade possibilitará uma melhor conexão entre o tutor e seu pet. Parte dos comportamentos indesejados dos pets são consequência de ambientes inadequados para acolher seus instintos”, explica. Na Vivo, a licença faz parte da campanha Vivo Pets, que gera incentivo para diversas ONGs de cuidado a animais abandonados. Que belo incentivo à adoção! Aplausos para as empresas!!!

Fonte: Só Notícia Boa/ Com informações de CNN e Telefônica

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui