Encantado lança programa de inovação nas salas de aula

Projeto prevê a realização de 27 ações pelos próximos três anos


0
Prefeito, Jonas Calvi, e a secretária de educação, Stéfanie Casagrande, apresentaram as primeiras dez ações a serem realizadas (Foto: Artur Dullius)

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (15) o lançamento das ações do programa “A inovação começa na sala de aula”. A proposta foi apresentada pela Administração Municipal e a Secretaria de Educação e Cultura de Encantado. A atividade aconteceu no Centro Administrativo Adroaldo Conzatti e contou com a presença de professores e estudantes do município.


OUÇA A REPORTAGEM

 


Programação teve início por volta das 9h, com a palestra de Rafael Korman (Foto: Artur Dullius)

A programação teve início por volta das 9h, com a palestra de Rafael Korman, que falou sobre os desafios da educação no futuro. Na sequência, o prefeito, Jonas Calvi, e a secretária de educação, Stéfanie Casagrande, apresentaram as primeiras dez ações a serem realizadas dentro do projeto.

Conforme Stéfanie, estas ações irão pautar o trabalho da secretaria e a ideia é que a iniciativa seja colocada em prática pelos próximos 10 anos. “Na metade deste ano nós fizemos um diagnóstico da nossa rede, identificamos os gargalos e elencamos 27 ações para serem executadas dentro dos próximos três anos. A tecnologia está muito presente no nosso dia a dia, mas ela demora muito para chegar nas escolas. Então, queremos muito que isto mude, que dentro das salas a gente tenha o acesso a isso e que isso traga resultados para os nosso alunos”, relata.

Atualmente, Encantado conta com seis escolas de ensino fundamental, atendendo cerca de 1900 alunos. As ações, conforme a secretária, irão impactar, inicialmente, estudantes de 5º ao 8º ano. O investimento previsto é de R$ 12 milhões. O valor será dividido durante os três anos. “Educação a gente sabe que a colheita é a longo prazo. Não se faz hoje para o resultado ser semana que vem. Precisamos de no mínimo cinco ano para perceber esta diferença”, destaca.

Atividade contou com a presença de professores e estudantes do município. (Foto: Artur Dullius)

Dentre as propostas apresentadas, está a implementação do turno integral em três escolas, a instalação de laboratórios em contêiners, a ampliação das vagas para a educação infantil e a disponibilização de telas interativas nas salas de aula. “São ações que direcionam para a estrutura das escolas, a questão de vagas nas creches, a formação de professores. São iniciativas que vão enfrentar os problemas da educação do nosso município. Elas vão atuar em diferentes áreas, pensando sempre em como fazer para melhorar o aluno e entregar para a sociedade um profissional comprometido e que faça a diferença na nossa cidade”, conclui.

Confira a lista das 10 primeiras ações:

1- Reforma das escolas para se tornem locais inspiradores e confortáveis;
2- Ampliação da cobertura de atendimento na educação infantil;
3- Foco nos alunos, desenvolvendo novas propostas pedagógicas;
4- Trabalho na gestão de pessoas para impedir a falta de professores;
5- Escola de professores 5.0, trabalhando a capacitação docente;
6- Ampliação da jornada dos alunos, com a implementação de turno integral nas escolas Batista Castoldi, Érico Veríssimo, e no Centro Municipal. As duas última ainda irão receber a instalação de dois laboratórios em contêiners;
7- Prova Encantado, para a avaliação geral dos alunos;
8- Direção dos educandários irá passar a ter participação ativa na gestão das escolas;
9- Desenvolvimento de estratégias da inovação;
10- Atendimento especializado aos alunos com equipe multidisciplinar.

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui