Encantado rejeita modelo de pedágio e apresenta sugestões para concessão na ERS-130

Em evento na noite desta segunda-feira (30), lideranças do Vale do Taquari fizeram críticas e pediram alterações no projeto que concede a rodovia por 30 anos


0
Foto: Márcio Bosa / Divulgação

Em audiência pública no formato híbrido, realizada pela Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia, presidida pelo deputado Eduardo Loureiro, na noite desta segunda-feira (30), em Encantado, lideranças do Vale do Taquari fizeram críticas e pediram alterações no projeto que concede a rodovia por 30 anos. O município rejeita o novo modelo de concessão que o governo do Estado está propondo na ERS-130.

No debate ocorrido no Auditório do Sicredi, os participantes pediram alteração no sistema de outorga, tarifa justa e localização da praça em local adequado. Por meio da Associação Comercial e Industrial (ACI-Encantado), foi apresentado um completo estudo com sugestões de obras necessárias na rodovia. O deputado Loureiro destaca que esse material, pela relevância e embasamento técnico, será anexado aos documentos que a Comissão levará ao governo do Estado, quando será solicitado maior discussão sobre o tema. A audiência em Encantado foi sugestão apresentada pelo vereador Roberto Salton à Assembleia Legislativa.

Deputados estaduais como Pepe Vargas, Patrícia Alba, Issur Koch e Edegar Preto, bem como o deputado federal Afonso Motta, o prefeito de Encantado, Jonas Calvi, e o vice-presidente da Federasul, Antonio Bacchieri, participaram das discussões. AI/GH

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui