Encontrar tendências e fazer os ajustes no tempo certo podem ser o grande diferencial para o varejo

Hoje temos a tecnologia e a logística como dois grandes diferenciais


0
Foto: Ilustrativa

Há séculos o varejo vem se reinventando. Antigamente, os grandes feudos produziam seus produtos e levavam até encruzilhadas povoadas, onde haviam bancas com pessoas expondo seus produtos para trocar por outros, promovendo o que conhecemos por escambo. Esses lugares, por vezes murados, eram conhecidos como burgos.

As bancas possuíam varas para que os produtos fossem pendurados a fim de ficar mais visíveis aos que por ali passavam. Com o tempo, essas varas deram nome ao que conhecemos, até hoje, por “varejo”. Inclusive, quando as pessoas se aproximavam dos burgos, observavam algumas bancas com grande concentração daquelas moscas grandes e azuis, conhecidas como “varejeiras”. Imediatamente constatava-se que as melhores bancas eram as que continham mais moscas. Era nelas que as pessoas encontrariam a maioria dos produtos que estavam procurando.


ouça o “direto ao ponto”

 


O tempo passou até que os burgos passaram a aceitar transações financeiras, trocando produtos por moedas. As operações financeiras deram poder e força aos burgueses, que começaram uma série de revoluções conhecidas como Revoluções Burguesas. A mais notável foi a Revolução Francesa, de 1789, que tirou  poder e privilégios dos grandes feudos e distribuiu aos burgueses da época. Pautados pelos princípios liberdade, igualdade e fraternidade, a população local invadiu a fortaleza conhecida por Bastilha, sendo o marco da revolução em 14 de julho de 1789, objetivando a mobilidade social, oportunizando que pessoas pobres pudessem morrer nobres. O evento da Queda da Bastilha serviu como estopim para que outras reações se espalhassem por toda a Europa.Muitos são os “pregadores do apocalipse” afirmando que o varejo vai acabar.

Gustavo Bozetti, diretor da Fundação Napoleon Hill e do MasterMind RS (Foto: Tiago Silva)

O certo é que o varejo vem se reinventando com o passar dos anos. Hoje temos a tecnologia e a logística como dois grandes diferenciais, permitindo que produtos cheguem até as mãos dos consumidores com preços mais baixos e com maior agilidade. O varejo atual está muito competitivo, exigindo que empresas se adaptem em tempo recorde. Há empresas do varejo que optaram por promover experiências aos seus clientes, fugindo da concorrência de trocar, apenas, produtos por dinheiro.

O que sabemos é que, desde que a sociedade começou a se organizar, os negócios precisam ser adaptados a um mercado consumidor cada vez mais exigente e concorrido. Enxergar as novas tendências e fazer os movimentos no tempo certo pode ser o grande diferencial para que possamos colher os melhores resultados. Você está preparado? Forte abraço e até a vitória, sempre.

Gustavo Bozetti (@gustavobozetti), diretor da Fundação Napoleon Hill e MasterMind RS

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui