Engenheira civil alerta para cuidados necessários com estruturas de madeira nas casas

Em maio, o telhado em madeira de uma residência em Taquari desabou em função da ação de cupins


0
Professora e coordenadora do curso de Engenharia Civil da Univates, Rebeca Jéssica Schmitz (Foto: Tiago Silva)

Os riscos à estrutura dos imóveis devido à falta de manutenção e cuidados foram pauta da entrevista do Panorama desta quarta-feira (9). A professora e coordenadora do curso de Engenharia Civil da Univates, Rebeca Jéssica Schmitz, trouxe uma visão técnica sobre o assunto. Ela destacou que “se não tiver manutenção, as estruturas podem cair”.

Segundo a engenheira, as construções de madeira, principalmente, inspiram mais cuidados. As colocações vêm após o telhado de uma moradia cair em Taquari, em maio passado. A ação de cupins teria provocado o enfraquecimento das madeiras e ocasionado o desabamento, segundo apurado pela Defesa Civil e um engenheiro da prefeitura.

“Pode ser algo bem comum”, observa Rebeca. “A madeira é um material natural, diferente do concreto, do aço, da alvenaria, dos tijolos. A madeira está muito suscetível à ação de agentes biológicos como os cupins, que podem vir a atacar a madeira”, comenta.

A coordenadora do curso na Univates ressalta que, em função da madeira ser alvo desses insetos, “a gente precisa estar sempre de olho porque se eu tiver uma infestação, pode acontecer um processo bem acelerado e talvez não dê conta de uma degradação da estrutura”. “Daqui a pouco eu tenho uma situação que teria de demolir e fazer tudo de novo. Ou pior, ter a queda da estrutura por falta de manutenção.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui