Enterradas: polícia encontra camisetas falsificadas da PF, em Santa Cruz

Na mesma ação foram apreendidos 12kg de cocaína “escama de peixe”.


0
Foto: ilustrativa

A Polícia Civil de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, deflagrou na manhã desta sexta-feira (19) a Operação Conde Drácula. Foi cumprido um mandado de busca e apreensão em uma propriedade do Loteamento Berçário Mãe de Deus, no Bairro Santuário.

No local das averiguações foram encontrados dois tonéis: em um estavam 12 quilos de cocaína tipo escama de peixe, considerada a mais pura, e no outro havia 15 camisetas falsificadas da Polícia Federal (PF).

As camisetas, de acordo com o delegado regional Luciano Menezes, seriam utilizadas por integrantes de uma facção criminosa em um plano arquitetado desde 2017 para resgatar do sistema prisional de Charqueadas, o líder da organização, conhecido como Chapolin.

Os investigadores começaram a identificar o plano a partir do roubo de camionetes em 2017, que foram encontradas em julho daquele ano em um sítio de Linha Travessa, Venâncio Aires.

A apreensão de armas em um loft do Bairro Universitário, em Santa Cruz, em outubro de 2017, e de coletes à prova de balas, coturnos, coldres bloqueadores de sinal de celular e até luminosos giroflex, em uma casa do Bairro Senai em fevereiro do ano passado, também fazem parte da investigação e seriam para o plano.

Nesta sexta-feira também foram apreendidos radiocomunicadores, carregadores de pistola e projéteis dos mais diversos calibres. MS/Portal Gaz

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui