Entidades apresentam campanha de incentivo a atitudes positivas na pandemia

Projeto é instigado pela Acil, JCI e CDL Lajeado. Lançamento ocorre no dia 2 de junho, em transmissão ao vivo nas redes sociais.


0
Presidente da Acil, Cristian Bergesch, sinaliza para momento de mudança (Foto: Natalia Ribeiro)

Incentivar o protagonismo individual através de exemplos e ações durante a pandemia da Covid-19. Esses são alguns dos objetivos da campanha institucional #Atitude: eu tenho a minha, apresentada para a imprensa do Vale do Taquari na tarde desta segunda-feira (25). Instigam a comunidade a participar da iniciativa a Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), JCI e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado. O lançamento ocorre em 2 de junho, pelas redes sociais.

Resgatar a autoestima da sociedade, que pode ter sido atingida pelas dificuldades impostas pela doença, é uma das metas. Diretor da Integra Propaganda, que criou a campanha, o publicitário Marcio Alessio fez a apresentação e disse que “não é uma campanha de uma entidade, mas, sim, do coletivo”. Lideranças empresariais e políticas participaram da apresentação, realizada no salão de eventos da Acil.

Sentados em cadeiras separadas por um metro e meio de distância, eles conheceram a proposta que busca reativar as vivências e incentivar as boas ações da comunidade. Presidente da Acil, Cristian Bergesch observa que é hora de mudar o discurso. “É virar uma chave. Nós passamos muito tempo com o fique em casa e está na hora de a gente ficar em casa e também preservar a saúde, mas observar melhor o distanciamento social. Não deixar a peteca cair”.

Exemplos de solidariedade têm sido noticiados nas últimas semanas na região. O Vale conheceu o caso do menino Mathias Krein, de 9 anos, morador de Arroio do Meio, que doou as economias para ajudar o Hospital São José, da sua cidade, e também das irmãs católicas de Lajeado, que produzem máscaras e as penduram em galhos de árvores para quem precisar. É isso que a campanha quer instigar.

“O que cada um pode pensar para dentro de si? Que possa ajudar ao próximo, a sociedade e a economia como uma consequência”, provoca Bergesch. Lajeado e o Vale do Taquari já estiveram com o comércio totalmente fechado pelo Distanciamento Controlado do governo do Estado, por conta, à época, do número escasso de leitos Covid-19 e da elevação de casos e mortes.

Participantes do encontro desta segunda (25) fizeram distanciamento e adotaram uso da máscara (Foto: Natalia Ribeiro)

Para o vice-presidente de Relações com o associado da Acil, Rômulo Vier, mesmo sem perceber há muitos que precisam de um despertar para o seu papel na sociedade. “Tem muitas pessoas que estão em casa, sem ganho financeiro e nada de moral. São essas as pessoas que nós queremos resgatar”, ressalta.

Lajeado é o município gaúcho com o maior número de infecções pelo coronavírus, totalizando, para o Estado, 892 testes positivos até a noite desta segunda. Já segundo a Prefeitura, se somados os testes rápidos, são 974 no total – sendo 895 recuperados (91,8). Para o prefeito Marcelo Caumo (PP), resultados que não expressam a verdadeira Lajeado. “Quando nos falaram do projeto estávamos passando uma imagem carregada e de preocupação. Uma imagem que tinha tudo a ver com aquele momento, mas que não tem a ver com as características da cidade”, diz.

Saiba mais

Há cerca de 45 dias a ideia está sendo colocada no papel. O material da campanha está em fase de finalização para que, em 2 de junho, seja apresentado oficialmente. As entidades farão uma transmissão ao vivo para contar como se dará o projeto. A iniciativa já está nas redes sociais e os interessados podem saber mais acessando as páginas Instagram/atitudeeutenhoaminha e Facebook/atitudeeutenhoaminha.

Texto: Natalia Ribeiro
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui