Entidades pedem à Federasul negociação com o Governo do Estado para abertura do comércio aos sábados

Documento pede retirada das restrições na Sexta-feira Santa, no sábado que antecede a Páscoa e na véspera do Dia das Mães


0
Foto: Divulgação

Entidades empresariais de Lajeado encaminharam, nesta semana, ofício ao presidente da Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul), Anderson Trautman Cardoso. O documento pede a negociação junto ao governo estadual para viabilizar a retirada das restrições de abertura de comércio e serviços nos dias 2 e 3 de abril (Sexta-feira Santa e o sábado que antecede a Páscoa) e também 8 de maio, véspera do Dia das Mães.

De acordo com as entidades, as restrições impostas aos setores produtivos, em especial ao comércio e serviços, vêm prejudicando a situação financeira das empresas, obrigando muitas a demitirem funcionários e, até mesmo, fecharem as portas.

Segundo o documento, com a autorização para abertura dos estabelecimentos neste período de proximidade da Páscoa, “há esperança de recuperação mínima das perdas que foram acumuladas no mês de março e durante todo o ano de 2020”.

Prejuízos

As lideranças argumentam no ofício que o faturamento do comércio considerado “não essencial” foi quase inexistente durante este mês de março. E já vinha amargando perdas próximas a 30% no faturamento deste o ano passado. Citam que, segundo pesquisa realizada pela CDL Passo Fundo, 17% das empresas irá reduzir sua força de trabalho em 30% ou mais, e 22% irão reduzir entre 10 e 30% o número de empregados. E adiantam que a realidade é exatamente a mesma no Vale do Taquari.

Menor circulação

As entidades pontuam que, mantendo o comércio aberto nos dias 2 e 3 de abril, haverá menor circulação de pessoas viajando, evitando as aglomerações que foram registradas nos últimos feriados prolongados de Natal, Ano Novo e Carnaval.

Dia das Mães

O ofício também solicita que a mesma negociação seja feita para manter o comércio e serviços abertos no período que antecede o Dia das Mães, visto ser a segunda data comemorativa mais importante para o varejo e serviços. O ofício finaliza enfatizando que todos os setores produtivos, e particularmente os de comércio e serviços, cumprem rigorosamente as regras dos protocolos sanitários estabelecidos.

Assinam o documento o vice-presidente regional da Federasul Vale do Taquari, Renato Lauri Scheffler, e os presidentes da Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), Cristian Rota Bergesch; Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado, Aquiles Mallmann; Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) Vale do Taquari, Ivandro Rosa, e Sindilojas Vale do Taquari, Francisco Carlos Weimer dos Santos.

Fonte: Acil Lajeado

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui