Equipe de Saúde Mental de Teutônia promove atividades de valorização e preservação da vida

As ações foram desenvolvidas com pacientes do Casa Mental a fim de prevenir casos de suicídio


0
Foto: Divulgação

Em alusão ao Setembro Amarelo, mês em que se reforçam as ações de conscientização e prevenção ao suicídio, a Administração Municipal de Teutônia, através do serviço de Saúde Mental, desenvolveu atividades e dinâmicas relacionadas à valorização e preservação da vida.

Dentre as atividades realizadas, os pacientes distribuíram sementes de girassóis às pessoas que aguardam por atendimento nas Unidades Básicas de Saúde e, também, realizaram plantio de girassóis nas dependências do CASA Mental. A equipe de profissionais promoveu palestras e rodas de conversas sobre a ações de prevenção ao suicídio; confeccionou cartazes com balões e mensagens de valorização à vida, os quais foram fixados nas árvores. Também houve a distribuição de folders informativos para os usuários do serviço.

O Rio Grande do Sul é o estado com o maior índice de suicídios, com destaque para a região do Vale do Taquari e Rio Pardo, que desde 2020 tem registrado aumento nos casos. Em Teutônia, no ano de 2020, houve um aumento de 133% dos casos de suicídio, se comparado a média dos anos anteriores, de 2016 a 2019.

Os profissionais da Saúde Mental destacam a importância de promover uma discussão aberta sobre o assunto, a fim de compreender as principais causas e também as formas de auxílio. Esta seria a primeira medida para a redução deste alto índice de casos de suicídio.

Principais sinais

Os principais sinais a serem observados em uma pessoa que apresenta algum transtorno psicológico costuma ser tristeza profunda, perda de interesse por atividades cotidianas, relatos de solidão, ansiedade e aversão social.

O Coordenador do Casa Mental, o médico Enrico Arthur Neiss, ressalta que o serviço está à disposição de toda a comunidade. “A campanha Setembro Amarelo serve para que as pessoas reflitam mais sobre o acolhimento, assim como, sobre a importância de dialogar e compreender de que maneira auxiliar aqueles que, muitas vezes, estão próximos de nós, mas que não percebemos que precisam de ajuda. Esperamos que, a partir de todas as ações desenvolvidas no mês de prevenção ao suicídio e valorização da vida, as pessoas consigam ter um olhar mais fraterno, menos julgador e mais empático, e que através disso saibam fazer as orientações necessárias para a busca de auxílio”, conclui.

Onde buscar ajuda?

O serviço funciona de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h, na Rua Carlos Arnt, nº 1432, no bairro Canabarro, junto ao Centro Avançado de Saúde (CAS). Além desse serviço, as pessoas podem buscar ajuda no Hospital Ouro Branco, Samu, Corpo de Bombeiros e, também, através do canal de comunicação do Centro de Valorização da Vida (CVV), que funciona 24 horas, através do número 188.

Impactos da pandemia e isolamento social

Para o Coordenador da Casa de Saúde Mental do município de Teutônia, Dr. Enrico Arthur Neiss, os protocolos sanitários e o isolamento social necessários como medidas de prevenção ao vírus, juntamente com o temor causado pela pandemia e o desconhecimento da população em relação ao vírus da Covid-19, limitaram ou interromperam alguns serviços de cuidado em saúde mental, e podem ser considerados fatores de agravamento de transtornos como a depressão e a ansiedade. Observou-se também, junto aos serviços de saúde, que houve um aumento considerável na procura por atendimentos, além do agravamento de quadros de pacientes.

A campanha

Em 2003, a Organização Mundial de Saúde, instituiu o dia 10 de setembro como o “Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio”. No Brasil, a campanha Setembro Amarelo teve início em 2015, por iniciativa do Centro de Valorização da Vida, em parceria com o Conselho Federal de Medicina e Associação Brasileira de Psiquiatria. O desenvolvimento das ações neste período têm como objetivo conscientizar sobre a prevenção do suicídio através de informações sobre os fatores de risco que podem levar ao ato e a importância de dialogar e debater sobre o assunto. A cor amarela foi escolhida a fim de representar a luz do sol, um símbolo que corresponde a preservação da vida. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui