Escolas infantis privadas e ginásios esportivos abrem em Venâncio Aires

Decreto publicado na segunda-feira (31) flexibiliza práticas esportivas em quadras alugadas e escolas infantis da rede particular. Porém todas as atividades retornam parcialmente.


0

Um decreto pegou de surpresa os munícipes de uma cidade muito próxima ao Vale do Taquari. O município de Venâncio Aires publicou nesta segunda-feira (31) a alteração do Decreto de Calamidade Pública de prevenção ao Coronavírus. Entre as mudanças está a autorização de abertura da rede privada de educação infantil e estabelecimentos com atividades esportivas.


ouça a reportagem

 


Segundo a fiscal de posturas do município, Daniele Mohr, as atividades serão retomadas de forma gradual, controlada e restrita, tendo em vista que as escolas da rede privada infantil que quiserem abrir poderão atuar com 50% dos alunos. Cada educandário organizou um Plano de Contingência com todas as medidas necessárias de prevenção e controle da disseminação do vírus Covid-19.

Os pais das crianças que estiverem cientes, precisarão assinar um termo junto a cada estabelecimento de educação. Ao todo, serão cerca de dez escolas privadas que devem voltar com as atividades a partir desta terça-feira, 1º. Além disso, na área da educação, os turnos opostos também estão autorizados a abrirem. Apenas quatro estavam abertos com autorização específica de abertura durante 21 dias.

Já os estabelecimentos com práticas esportivas e ginásios também poderão abrir a partir desta terça-feira (1º), entretanto, o responsável pelo local deverá comparecer até a Prefeitura e protocolar um pedido de liberação.

Daniele afirma que “cada responsável deverá anexar no local os protocolos que precisam ser seguidos pelos usuários, como utilização de máscara pelos atletas na pré e pós prática da atividade, em caso de esporte coletivo com contato físico é obrigatório aferição de temperatura, praticantes exclusivamente do município, entre outras recomendações. A liberação é para prática de atividades com até sete atletas por equipe”.

Texto: Júlio César Lenhard

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui