Escolas municipais de Bom Retiro do Sul iniciam ano letivo de forma remota

Aulas retomaram na última quarta-feira (17)


0
Foto: Fernando Dias / Divulgação 

A Rede Municipal de Ensino de Bom Retiro do Sul iniciou o ano letivo na última quarta-feira (17). Devido ao agravamento da pandemia da Covid-19 e a classificação de bandeira preta, a metodologia de ensino precisou ser adaptada.

Com isso, o ensino remoto teve início para a Educação Infantil e para o Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec), de forma não presencial, de maneira virtual, com auxílio da plataforma de comunicação do WhatsApp.

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Wendulino Gewehr, no Bairro Laranjeiras, as atividades pedagógicas iniciaram com o objetivo de trabalhar a afetividade, empatia, mudanças, tecnologia, socialização, interação e muito mais. Objetivos esses que vão de encontro com o projeto municipal “Laços que nos unem” e o projeto escolar “O que não te desafia não te transforma!”

A professora Andresa Luisa Viegas, titular da turma de 3° ano, iniciou as atividades do primeiro dia de aula, mas sentiu falta de um aluno e ficou frustrada em saber que o mesmo não teria como acessar as aulas virtuais. Andresa teve a iniciativa de realizar uma visita para analisar a situação do aluno e de sua família.

O aluno Oliver Müller Machado ficou surpreso ao ver a professora no portão de sua casa, assim como sua irmã Ankielly. Os alunos conversaram bastante e relataram estarem bem e se cuidando. A avó dos alunos se mostrou preocupada com a situação pandêmica e com a vida escolar dos netos. Na ocasião foram realizadas as atividades do primeiro dia de aula e o registro aconteceu em forma de foto e vídeo. Posteriormente publicado no grupo das turmas, no aplicativo de rede social, tendo o objetivo de integrar esses alunos com seus colegas, tornando assim as turmas completas.

Segundo a diretora Andressa de Souza Gasparetto, esta atitude da professora Andresa Viegas vai de encontro com o lema da escola: Afetividade e conhecimento. “Os profissionais da escola sempre trabalharam muito a afetividade e neste momento tão preocupante que estamos vivendo esse gesto é grandioso, é humilde e vai além do profissional”, destacou Andressa

A escola está ciente que há alunos que não conseguirão acessar as aulas virtuais e já está se organizando para atingir as peculiaridades de cada família. AI/VM

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui