Estado aciona Plano de Emergência Hospitalar e toda a estrutura fica disponível para atendimento Covid

Esse é o último nível do Plano de Contingência Hospitalar Estadual


0
Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini / Arquivo

A Secretaria Estadual de Saúde – diante de uma ocupação superior a 90% dos leitos de UTI no RS – e com fundamento no Decreto N° 55 240, de 10 de Maio de 2020, determinou que partir das 8h desta quinta-feira (25), entrou em operação a Fase 4-Nível C do Plano de Contingencia Hospitalar Estadual, que implica no acionamento do Plano de Emergencia Hospitalar. A principal medida é o uso de toda a estrutura hospitalar disponível para atendimento de casos suspeitos ou confirmados de Covid-19.

Também integram o Plano de Emergência Hospitalar a suspensão imediata das cirurgias eletivas, excetuando-se as cirurgias de urgência ou que representern risco para o paciente; a operacionalização de leitos emergenciais em nivel de Salas de Recuperação UTIS Intermediárias e a ocupação de áreas disponíveis e convocação de equipes técnicas, especialmente equipes médicas e de enfermagem, se necessário.

“A partir de agora, os hospitais gaúchos, entre públicos e privados, têm o compromisso de disponibilizar toda a sua estrutura para atendimento de casos de Covid-19, porque estamos na fase mais crítica, que precisa de atitudes mais drásticas”, explicou a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

Conforme indicava o mapa de leitos no início da tarde desta quinta-feira (25), 2.698 leitos de UTI estavam ocupados no RS, incluindo leitos com atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e os privados, a maior taxa de ocupação da pandemia. A lista de espera por leitos em UTI também só cresce.

No dia 13 de fevereiro, dois pacientes em estado gravíssimo aguardavam transferência para um leito de UTI. Nesta quinta, o número de pacientes com risco de morte esperando atendimento de UTI é de 30. Outro dado preocupante é cerca de 60% dos pacientes que internam em UTIs morrem.

Texto: Rita de Cássia

redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui