Estado atribui dois óbitos e 177 novos casos de Covid-19 ao Vale do Taquari no último dia de 2020

Região já contabiliza 202 óbitos por coronavírus.


0
Foto: Reprodução / Shutterstock

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul registrou dois óbitos e 177 novos casos de Covid-19 para municípios do Vale do Taquari nesta quinta-feira (31). Com isso, a região chega 202 óbitos em decorrência da doença. As mortes reconhecidas são de moradores de Sério e Muçum. O óbito de Sério é de um homem de 89 anos, que estava internado no Hospital Bruno Born (HBB), de Lajeado, desde o dia 19 de dezembro e faleceu na segunda-feira (28). A outra morte é de uma mulher de 89 anos, do município de Muçum. Ela estava internada no Hospital de Guaporé desde o dia 22 de dezembro e faleceu na quarta-feira (30). Não há informações sobre comorbidades.

Tiveram novos casos na região os municípios de Taquari (55), Lajeado (40), Colinas (30), Estrela (12), Teutônia (10), Anta Gorda (10), Progresso (5), Westfália (4), Sério (3), Bom Retiro do Sul (2), Putinga (2), Paverama (2), Fazenda Vilanova (1) e Relvado (1)

Em Lajeado, conforme informações da prefeitura, divulgadas nesta quinta-feira (31), eram 6.606 casos confirmados, sendo 12 novos (9 de PCR e 3 de teste rápido), 6.350 casos recuperados, sendo 27 novos (16 de PCR e 11 de teste rápido), 59 óbitos e 197 casos ativos.

A região chegou a um total de 17.640 casos registrados de coronavírus. Destes, 16.501 (93,3%) são considerados recuperados, além de 937 (5,3%) casos ativos. A taxa de letalidade é de 1,1%, com 202 óbitos, todos reconhecidos pelo Estado.

Leitos de UTI no Vale

Dos 65 leitos de UTI disponíveis no Vale do Taquari, 48 (73,8%) estavam ocupados às 16h desta quinta-feira (31). Eram 21 pessoas em leitos de UTI geral (43,8%), sem ligação com a Covid-19; 20 com confirmação de coronavírus (41,7%) e sete com suspeita do vírus (14,6%).

O Hospital Bruno Born, de Lajeado, tem 30 leitos de UTI, sendo 25 ocupados (83,3%). São 17 pacientes na UTI Adulta não Covid (68%); quatro com suspeita (12%) e cinco confirmados (20%) na UTI Covid.

O Hospital Estrela, em Estrela, dispõe de 20 leitos de UTI, sendo que 12 estavam ocupados (60%). São sete com confirmação para a doença (58,3%); um suspeito (8,3%), além de quatro não Covid (33,3%).

O Hospital de Caridade São José, de Taquari, tem 10 leitos de UTI, sendo que sete estavam ocupados (70%), sendo cinco com confirmação de coronavírus (71,4%), e dois com suspeita (28,6%).

Já o Hospital Beneficente Santa Terezinha, de Encantado, tem cinco leitos de UTI e quatro estavam ocupados (80%), sendo três confirmados (75%) e dois com suspeita para a doença (25%).

Estado

O Rio Grande do Sul registra nesta quinta-feira (31), 5.548 novos casos de Covid-19 e chega a um total de 449.674. O número estimado de recuperados é de 424.406 (94% dos casos); em acompanhamento, 16.344 (4%); e 8.872 óbitos no total, sendo 79 deles registrados nesta quinta pelo Estado. As mortes ocorreram entre os dias 5 de novembro e 30 de dezembro e foram informadas pela Secretaria Estadual da Saúde nas últimas 24 horas.

Brasil

O Brasil tem 194.152 mortes por coronavírus e 7.635.999 casos confirmados até às 13h desta quinta-feira (31), segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. Desde o balanço das 20h de quarta-feira, 6 estados atualizaram seus dados: CE, GO, MG, RN, RS e TO.

Na quarta-feira (30), às 20h, o balanço indicou: 193.940 mortes, 1.224 em 24 horas. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 668. A variação foi de -8% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença. Esse é o maior número de óbitos registrados em um só dia desde 20 de agosto. Apesar de ser esperada uma alta após o feriado de Natal devido a dados represados, essa alta geralmente tem reflexo maior na terça após um final de semana -como de fato já ocorreu. Por isso, o dado desta quarta-feira chamou atenção por si só. Fonte: G1

Texto: Rita de Cássia

Arte: Grupo Independente

redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui