Estado distribui nova remessa de vacinas contra a covid-19 às Coordenadorias Regionais

Entre as doses estão as Pfizer que chegaram ao Rio Grande do Sul na terça-feira (19), somadas a vacinas que estavam reservadas na Ceadi para distribuição em momento oportuno


0
Foto: Governo do RS / Divulgação

Mais de 400 mil vacinas das fabricantes Pfizer, Coronavac e AstraZeneca deixaram a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre, na manhã desta quarta-feira, rumo às 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs) para repor os estoques das salas de vacinas de todos os municípios gaúchos. Entre as doses estão as Pfizer que chegaram ao Rio Grande do Sul na terça-feira (19), somadas a vacinas que estavam reservadas na Ceadi para distribuição em momento oportuno. A partir das 11h, buscaram na Ceadi as seguintes CRSs: 1ª (Porto Alegre); 10ª (Alegrete), 18ª (Osório) e Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre. A 13ª CRS (Santa Cruz do Sul) optou por buscar as doses de sua região na manhã da próxima quinta-feira (21).

As demais cargas foram levadas por veículos da Secretaria da Saúde aos municípios de:

– Tio Hugo (doses das regiões de Lajeado, Passo Fundo, Palmeira das Missões, Frederico Westphalen e Erechim);

– Ijuí (doses das regiões de Ijuí, Santo Ângelo, Santa Rosa e Cruz Alta);

– Cachoeira do Sul (doses das regiões de Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul);

– Pelotas (doses das regiões de Pelotas e Bagé);

– Santa Maria (doses da região de Santa Maria);

– Caxias do Sul (doses da região de Caxias).

O público a ser vacinado com essas doses será indígenas idosos, imunossuprimidos, profissionais da saúde e adolescentes, além de adolescentes não indígenas e aqueles que atingiram o período ideal para receber a segunda aplicação (D2).

Redução do período de aplicação da AstraZeneca

O governo do Estado e o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS) acataram, durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), na terça-feira (19), a orientação do Ministério da Saúde de reduzir o intervalo entre doses da vacina AstraZeneca de 12 para 8 semanas. Até o momento, o Estado recomendava o intervalo de 10 a 12 semanas. A medida passa a valer a partir do momento da publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) desta Resolução CIB, o que deve ocorrer até o final desta semana.

Veja aqui as planilhas de distribuição das doses por CRS:

D1 e reforço

D2 (Pfizer)

D2 (Coronavac)

Fonte: Governo do RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui