Estado homologa decreto de emergência de Poço das Antas

Perdas com estiagem passam de R$ 4 milhões no setor agropecuário


0
Foto: Divulgação

A situação de emergência em virtude da estiagem decretada pelo município de Poço das Antas no dia 20 de janeiro, foi homologada pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul na última quinta-feira (3). A confirmação foi publicada no Diário Oficial do Estado.

O relatório elaborado pelo município, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e pelo escritório da Emater/RS-Ascar, aponta um prejuízo superior a R$ 4 milhões no setor agropecuário causado pela predominância de um verão com chuvas abaixo do volume e frequência ideais, elevação nas temperaturas, baixa umidade e vento seco.

As perdas foram consideráveis nas lavouras, cultura do milho grão, do milho silagem, da bovinocultura de leite, fruticultura, floricultura e silvicultura. Além do aspecto econômico, o evento ambiental adverso também impactou socialmente na vida de 300 famílias do Município, atingindo em torno de 1.000 indivíduos, em sua maioria agricultores familiares.

A Administração Municipal de Poço das Antas não mediu esforços para que, nesse período de estiagem, os produtores rurais permanecessem abastecidos com água para a manutenção de suas atividades, prestando o suporte necessário com o caminhão pipa. Agora, a partir da homologação da situação de emergência, aqueles afetados pela falta de chuvas poderão aderir a medidas para auxiliá-los com as perdas, como o acesso facilitado a programas estaduais. Além disso, a Administração Municipal também aguarda a liberação de recursos para a aquisição de maquinários que viabilizem a perfuração de poços artesianos e o abastecimento de açudes. AI/RC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui