Foto: Divulgação

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou, nesta quarta-feira, o ataque ao Parlamento do Irã e o atentado suicida contra o mausoléu no  Irã. Os dois ataques foram feitos por combatentes do grupo jihadista. Pelo menos sete pessoas morreram, baleadas por homens armados que invadiram o Parlamento do Irã, no centro de Teerã, e fizeram vários reféns.

A polícia não está permitindo a saída dos deputados e nem dos jornalistas que estão dentro do Parlamento. Ainda não está claro o número de pessoas que invadiram e atacaram o mausoléu, mas segundo dados a televisão estatal era um homem-bomba. Esses ataques são raros no Irã, cujas autoridades reforçaram as medidas de segurança em torno dos edifícios oficiais, como a sede da Presidência. Guaíba

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui