Estados compram 7 mil respiradores, mas menos da metade é entregue; valor de cada equipamento varia de R$ 40 mil a R$ 226 mil no país

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h.


0
Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Os estados compraram 6.998 respiradores pulmonares durante a pandemia de Covid-19, mas apenas 3.004 foram entregues até o momento – o que equivale a menos da metade dos equipamentos (43%). É o que mostra um levantamento feito pelo G1 com base em dados coletados nos 26 estados do país e no Distrito Federal. As informações oficiais foram obtidas por meio da Lei de Acesso à Informação e com as assessorias das secretarias estaduais da Saúde. Os dados são os mais atualizados disponíveis, referentes ao fim do mês de junho.

Bolsonaro tem reprovação de 44% e aprovação de 32%, diz Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S.Paulo” no final da noite desta quinta-feira (26) mostra os seguintes percentuais de aprovação e reprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido):

Ótimo/bom: 32%
Regular: 23%
Ruim/péssimo: 44%
Não sabe/não respondeu: 1%

A pesquisa Datafolha foi realizada em 23 e 24 de junho, com 2.016 brasileiros adultos que possuem telefone celular em todas as regiões e estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Auxílio Emergencial: Caixa paga 3ª parcela a 1,9 milhão de beneficiários do Bolsa Família com NIS final 8 nesta sexta

A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta sexta-feira (26) a terceira parcela do Auxílio Emergencial para 1,9 milhão beneficiários do Bolsa Família qualificados no programa, cujo número do NIS termina em 8. Os pagamentos para esse grupo são feitos da mesma forma que o Bolsa Família. Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Bolsonaro anuncia professor Carlos Alberto Decotelli como novo ministro da Educação

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (25) por meio de uma rede social a nomeação do professor Carlos Alberto Decotelli da Silva para o cargo de ministro da Educação. Ele sucederá Abraham Weintraub, que, após 14 meses, anunciou demissão na semana passada para assumir um posto de diretor representante do Brasil no Banco Mundial, em Washington (EUA). Decotelli será o primeiro ministro negro e o terceiro ministro da Educação do governo Bolsonaro. Antes de Weintraub, Ricardo Vélez Rodríguez permaneceu pouco mais de três meses no comando da pasta.

Justiça do RS altera data de retorno do expediente externo para dia 15 de julho

Três desembargadores da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RJ julgam, na tarde desta quinta-feira (25), um habeas corpus a pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos – RJ). Os defensores do parlamentar questionam a competência do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do TJ, para conduzir o processo que envolve Flávio Bolsonaro no esquema das chamadas “rachadinhas” — quando um parlamentar fica com parte dos salários dos funcionários de seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Lajeado cai para terceiro no número absoluto de casos no RS

Lajeado saiu da segunda colocação no RS em número absoluto de casos e foi para terceira. Conforme a Secretaria Estadual da Saúde, são 1.603 mil testes positivos para o novo coronavírus. Isso significa 23 casos a menos que o segundo colocado, Passo Fundo, que tem 1.626 casos e registrou 69 novas pessoas com o vírus nesta quinta-feira (25). Em primeiro lugar está Porto Alegre com 2.265 mil infectados. Somente nas últimas 24h foram confirmados 142 novos casos para a capital. Para a Prefeitura de Lajeado, os números da Covid-19 são mais elevados. Como o Estado demora alguns dias para reconhecer os casos que são informados pelo município, há divergência nos dados. Nos cálculos da administração são 1.610 casos confirmados, sendo 1.574 recuperados (97,7%), 15 ativos (0,9%) e 21 óbitos (1,30%). A Secretaria Estadual da Saúde informou 48 novos casos de coronavírus para o Vale do Taquari nesta quinta-feira (25). Com isso, a região chega ao total de 3.013 mil pessoas infectadas pelo vírus.

Aeroporto de Paris-Orly reabre após três meses fechado por causa da Covid-19

O aeroporto de Orly, na região de Paris, retomou sua atividade nesta sexta-feira (26) com a partida do primeiro voo para a cidade portuguesa do Porto, após quase três meses de fechamento, devido ao colapso do transporte aéreo pela pandemia de coronavírus. Um avião da companhia de baixo custo Transavia decolou às 6h25, marcando o retorno aos céus de voos comerciais a partir do aeroporto de Paris, no sul de Paris. O terminal estava fechado desde 31 de março. Antes de ir para a pista, a aeronave foi pulverizada por canhões de água dos bombeiros do aeroporto em uma cerimônia chamada “saudação à água”.

Por dívida trabalhista, Estádio Alviazul irá a leilão

Com menos de uma década de história, o Estádio Alviazul, do Lajeadense, poderá ir a leilão. O motivo é uma ação trabalhista movida pelo goleiro Reinaldo Leles de Oliveira Júnior, que atuou pelo Alviazul na parceria com o clube Pedro Leopoldo (MG), na Taça BH sub-20 em 2012, e posteriormente teria vindo a Lajeado. A ação, da 2ª Vara do Trabalho de Pedro Leopoldo, teve origem no ano de 2014 e não cabe mais recurso. Como o Lajeadense não quitou o valor, Leles pediu a penhora do patrimônio do clube. Na última atualização processual, em 2018, o valor estava em R$ 143 mil. O leilão online, publicado no site Sheid Leilões, está marcado para as 14h do dia 8 de julho (uma quarta-feira). O assessor jurídico do Lajeadense, Henrique Ruschel, cita que o que irá a leilão é o correspondente a metade da área do estádio.  O Lajeadense possui cerca de R$ 800 mil de dívidas trabalhistas, as quais não cabe mais recurso, que envolvem outros jogadores, o ex-preparador físico, Guilherme Randon e o ex-gerente de futebol, Luis Fernando Hannecker. Esses credores já solicitaram os seus pagamentos e, caso haja um vencedor do leilão, também poderão receber os seus valores. Conforme o advogado, o clube tem um “comitê de crise” para tentar gerenciar estas dívidas dentro das possibilidades.

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, ao meio-dia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui