‘Estamos entrando em colapso’, diz secretário de Saúde de SC; estado tem fila de espera por leitos de UTI Covid-19

Estado publicou decreto com restrições, mas secretário pediu mais medidas a prefeitos.


0
Foto: Reprodução / Prefeitura SC

O secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta, admitiu que o estado está enfrentando um colapso na saúde por causa do coronavírus. Em mensagem enviada aos prefeitos catarinenses, ele pede medidas para diminuir a circulação de pessoas. “Preciso informar a todos que a situação da pandemia deteriorou no Estado todo e, a exemplo do que acontece nas regiões mais a Oeste, estamos entrando em colapso! Todos os esforços de Estado e municípios, até então, são insuficientes em face à brutalidade da doença.

Infelizmente, percebesse fenômeno similar no resto do país, disse Motta. Desde março, ao menos 652,8 mil pessoas tiveram diagnóstico positivo de coronavírus e 7,1 mil desses infectados morreram. Na terça-feira (22), o governo estadual encaminhou pedido de apoio ao Ministério da Saúde por causa da possibilidade de faltar remédios de ‘kit intubação’.

Os estoques são insuficientes em muitos hospitais. Na quarta-feira (24), Santa Catarina atingiu a maior taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) em toda a pandemia: 91,18%. Esse número é relativo aos leitos de UTI-geral e UTI-Covid.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui