“Este ano é mais Natal do que em outros anos”, afirma pastor sinodal

Pandemia deixou muitas pessoas em solidão. No Natal, "Deus está conosco", explica.


0
Gilciney Tetzner, pastor sinodal (bispo) da IECLB (Foto: Rodrigo Gallas)

No programa Panorama desta sexta-feira (25), conversamos sobre o Natal na Igreja Evangélica com Gilciney Tetzner, pastor sinodal (bispo) da IECLB. “Justamente pelo significado que o Natal tem, este ano é mais Natal do que em outros anos”, afirma.


ouça a entrevista 

 


 

Em função da pandemia “vivemos um ano absolutamente atípico. A gente chora com as milhares de pessoas que perderam entes queridos. A gente se preocupa com os reflexos que a pandemia traz, especialmente com a economia, com o pão de cada dia. No entanto, o ano de 2020 tirou algo muito valioso para nós.”

Segundo o pastor, estudiosos dizem que o ser humano tem três necessidades: a física, a espiritual e a de viver em sociedade. “O ano de 2020 nos tirou isso. De vivermos as reuniões na igreja, de jogar o futebol, de frequentar os bailes, nos tirou aquela convivência familiar tão importante para nós. Temos muitas pessoas sofrendo em 2020 por se sentirem sós.”

Ele justifica dizendo que “o Natal é justamente mais Natal neste ano, porque celebramos Deus conosco.” Gilciney afirma que é “muito bom neste momento de pandemia, de solidão, ouvir que não se está só, que Deus está contigo.”

Se o Natal fosse definido em uma frase, conforme o pastor, seria definido assim: “Deus está conosco”.

O pastor Gilciney Tetzner, 41 anos, é natural de São Gabriel da Palha, cidade do norte do Espírito Santo, com forte presença germânica. Descobriu sua vocação muito cedo e iniciou o pastorado em 2005. Hoje, é pastor sinodal do Vale do Taquari pelo segundo mandato consecutivo.

Texto: Rodrigo Gallas
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui