“Este é o momento dos profissionais se doarem um pouco mais”, diz prefeito de Estela 

Elmar Schneider destaca a ampliação de leitos no Hospital Estrela e horários de atendimento.


1
Elmar Schneider, prefeito de Estrela (Foto: Rodrigo Gallas / Arquivo)

“Este é o momento dos profissionais se doarem um pouco mais”, diz o prefeito de Estela, Elmar Schneider. A afirmação foi feita em entrevista ao programa Panorama da manhã desta quinta-feira (4), ao lembrar dos esforços no combate à pandemia. O chefe do Executivo municipal estrelense, destaca a ampliação por parte do poder público de leitos no Hospital Estrela e horários de atendimento no P.A+ e no Centro de Triagem do Bairro Boa União. “O momento agora não pode ser eu. Ele precisa ser nós. Precisa ser coletivos.”


ouça a entrevista

 


 

Segundo o prefeito, antes do pico atual da pandemia, haviam dez leitos de UTI Covid. Hoje, são 16.

Visando aliviar o número de atendimentos no Hospital Estrela, é mantido convênio com o P.A.+, com funcionamento 24 horas para casos que não se enquadrem nos sintomas gripais. Este local realiza cerca de 120 atendimentos por dia.

O Centro de Triagem do Bairro Boa União, atende em torno de 130 pessoas com sintomas gripais por dia. O atendimento deste Centro foi ampliado: funcionando das 7h às 20h durante a semana, e das 9h às 16h nos fins de semana.

Schneider destaca que na manhã desta quinta-feira (4), às 10h, o município inicia a vacinação em idosos com 78 anos ou mais. “Temos esperança no Ministério da Saúde para a compra de mais 138 milhões de doses”, comenta ao destacar que a vacinação precisa ser acelerada para diminuir os casos da doença.

Leia também: 

 

Texto: Rodrigo Gallas
web@independente.com.br

1 comentário

  1. Sr prefeito, o senhor tem ideia de quanto os profissionais da saúde já se doaram e continuam se doando? De como já estão abalados psicologicamente? De quanto já estão cansados fisicamente? De quanto recebe uma técnica de enfermagem???? De quanto recebe uma enfermeira??? Esse pessoal deveria ser melhor valorizado e quando falo.em valor não é somente financeiro e sim um reconhecimento a essa profissão que muitas vezes abre mão de estar com a família pra se dedicar a enfermos que se quer conhecem. Diferente de vcs, os familiares de quem está internado vezes e outra reconhecem a dedicação dessas profissionais. Acho que seria bom vossa excelência colocar a mão na consciência e criar um plano de carreira para essa classe que é tão dedicada e pouco reconhecida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui