“Este foi o melhor ano da nossa história de vendas”, diz empresário sobre o comércio de flores para o feriado de Finados

Por quatro anos, Loreci e Cléber Braghini vendiam flores nos cemitérios de Lajeado


0
Loreci e Cléber Braghini, acompanhados do filho Endrik (Foto: Artur Dullius)

Poucos foram os estabelecimentos comerciais que abriram suas portas na manhã desta terça-feira (2), feriado de Finados. Em sua grande maioria, apenas floriculturas e bazares atenderam aos clientes que buscavam por flores e arranjos. No Bazar CL, localizado junto a Avenida Benjamin Constant, no Centro de Lajeado, as vendas superaram as expectativas.


OUÇA A REPORTAGEM


É o que explica Cléber Braghini, um dos proprietários do estabelecimento. Segundo ele, a comercialização foi recorde em 2021. “Este foi o melhor ano da nossa história de vendas. Foi bem procurado. A gente já tem uma clientela e também por pessoas que vieram de indicação”, comemora.

De acordo com a sócia e esposa, Loreci Braghini, a procura iniciou ainda durante a última semana. “A nossa venda maior foi na sexta, no sábado e ontem. Hoje atendemos aquelas pessoas de última hora. Que estão passando, precisam de algum galinho ou dois de buquê e passam aqui para pegar.”, explica.

O casal está há oito anos no mercado. Em quatro oportunidades os empresários realizaram a venda nos cemitérios. Este é o segundo ano consecutivo que eles permanecem no estabelecimento. “A gente percebeu uma demanda maior durante a semana. Então achamos mais viável monta aqui, pois também temos uma estrutura melhor e mais opções, como são montados muitos arranjos. Facilita para o cliente e para nós”, lembra Cléber

Conforme explica Loreci, o bazar comercializa apenas a flor artificial, que tem uma vida útil maior para permanecer nos túmulos. “Temos todos os tipos de clientes, mas hoje vendemos mais a flor melhor, que é mais cara. O que acontece, algumas pessoas acabam indo trocar uma vez por anos só, no dia de finados. Então, teoricamente, atendemos mais este público”, relata.

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui