Estrela, Colinas e Imigrante receberão mais de R$ 9 milhões para projetos de ciclovias

Dos aproximadamente R$ 13 milhões destinados ao Vale do Taquari pelo Avançar Turismo, mais de R$ 9 milhões são destinados para construção de ciclovias ou ciclofaixas


0
Imagem ilustrativa do cicloturismo (Foto: Pixabay / Divulgação)

O governo do Estado lançou nesta terça-feira (18) o programa Avançar no Turismo, com aporte de R$ 131 milhões em recursos do Estado para investimentos nesse segmento no Rio Grande do Sul. Deste montante, o Vale do Taquari receberá R$ 12.917.918,29, que serão divididos para oito municípios: Anta Gorda, Arroio do Meio, Arvorezinha, Colinas, Estrela, Imigrante, Muçum e Poço das Antas.

Destaque para projetos de Ciclovias, que dos aproximadamente R$ 13 milhões destinados ao Vale, soma uma parcela de R$ 9.303.524,98. Os contemplados nesta área foram Colinas, com R$ 3.135 milhões; Estrela, com R$ 3.903.301,37; e Imigrante, com R$ 2.265.223,52, totalizando R$ 9.303,524,89.

Recente, o projeto de Cicloturismo que foi o mais votado na Consulta Popular. Conforme o diretor do Vale Ciclismo e coordenador de esportes da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) de Lajeado, Fabricio Meneghini, existe um projeto turístico no Vale do Taquari, fazendo uma rota que interligue todos os municípios. O ciclista que sair de Lajeado, por exemplo, poderá ir para Encantado, Guaporé, e saber por onde ir.

Outro projeto, já debatido a mais tempo na região, é uma ciclovia que interligue os municípios de Estrela a Imigrante, passando por Colinas, sendo que no projeto Avançar Turismo, as três cidades foram contempladas com recursos nesta área.

Já nos outros sete municípios, os projetos envolvem outras melhorias: Anta Gorda receberá R$ 796.121 para o acesso na Gruta Nossa Senhora de Lourdes; Arroio do Meio terá R$ 400 mil para o pórtico turístico de acesso à cidade; Arvorezinha receberá R$ 450 mil para o acesso e pavimentação na Linha Quarta Baixa; Muçum para pavimentação, urbanização e iluminação de Estação Rodoviária, com R$ 710.769,10 e Poço das Antas com R$ 427.576,30 para o projeto de acesso à Cascata Santa Inês.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@indepndente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui