Estrela dá posse à novos educadores em iniciativa inédita

Ato formal, realizado nesta quarta-feira (8), marcou mais uma das fases de um dos projetos mais inovadores da educação


0

Um ato formal, nesta quarta-feira (8), Dia Mundial da Alfabetização, marcou mais uma das fases de um dos projetos mais inovadores da educação estrelense e estadual. Parte dos 41 profissionais que dividirão as salas de aula do município com outros docentes, em uma iniciativa do Governo de Estrela através da Secretaria Municipal de Educação (Smed) que pretende reforçar a atenção à educação básica e de alfabetização, tomaram posse em cerimônia realizada na Prefeitura de Estrela.

Com o processo de alfabetização sob foco, ainda mais depois do período sem aulas presenciais em razão dos protocolos de segurança da covid, a educação em Estrela pretende reforçar os olhares simultâneos nas salas de aula. A proposta permitirá a implantação do programa que pretende reduzir a defasagem educacional ocasionada pela pandemia durante a suspensão presencial das aulas, principalmente aos alunos da fase de alfabetização, e assim melhor atender às individualidades e diferenças proporcionadas neste período. O programa atenderá as 41 turmas do 1º, 2º e 3º ano de todas as nove escolas municipais do Ensino Fundamental (Emefs), em programa inédito na região e talvez até no Estado e País em se tratando de educação pública. O Projeto de Lei 089-01/2021, que autoriza a contratação de professores emergenciais até o fim do ano letivo, foi aprovado de maneira unânime no início de agosto e, menos de um mês depois, a maioria das salas de aula já contam com dois professores. Apenas alguns ainda estão em processo final de contratação e início dos trabalhos.

Além da presença do prefeito Elmar Schneider; do vice João Carlos Schäfer e do vice-presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Mallmann, participaram do evento a titular da Smed, Elisângela Mendes; a coordenadora da 3ª Coordenadoria Regional de Educação (3ª CRE), Cássia Cristina Benini; a diretora Administrativa da Faculdade La Salle, Cláudia Argiles da Costa; também as diretoras das nove Emefs contempladas com o projeto e outras autoridades. Para a coordenadora da CRE, Estrela está de parabéns. “O período de pandemia deixou muitas lacunas na aprendizagem de nossas crianças e a alfabetização é a base de tudo. Por isso Estrela merece nossos parabéns, pois não existe gasto na educação, existe sim é investimento, e trata-se do que o município está realizando para colher os frutos ali mais adiante”, destaca Cássia Benini.

“Investimento pessoal”

Para a secretária Elisângela Mendes, muito se fala em qualidade da educação, mas poucos percebem de fato a necessidade dos investimentos nisto e quando os mesmos são realizados. “O município de Estrela está fazendo mais do que o seu tema de casa na educação, onde investir perpassa o investimento em estrutura física, em recursos tecnológicos, pedagógicos, mas especialmente investimentos em recursos humanos”, avalia. “Quem atua na educação sabe que muito neste processo se faz é no contato com as pessoas, nas interações; da troca dos olhares aos conhecimentos. E nesta etapa da alfabetização que estamos hoje, sabemos que o aprendizado efetivo se dá na relação ‘professor x aluno’, que é essencial e em Estrela passa a ser ainda mais forte e qualitativa com este projeto”, define.

“Fazer mais”

Para o prefeito Elmar Schneider, o município deu mais um sinal de seu protagonismo. “Hoje, no Sesi, retomamos o contraturno escolar realizado em parceria com aquela entidade referência. Olhando para aquelas crianças, e sendo testemunha da alegria delas por poderem estar ali desfrutando daquele atendimento, carinho, atenção, é algo que nos emociona e dá a certeza de que investir em educação é investir certo no amanhã”, frisa. “Passamos por um momento desafiador que foi a pandemia, que nos mostrou que nem sempre todos estão prontos. Ainda sob os efeitos dela, talvez fique o alerta do que ainda possa vir a acontecer. Por isso, faço a convocação a todos os novos 41 profissionais, que vão se somar à nossa extraordinária equipe da educação, que o façam com prazer, dedicação, vontade para que Estrela possa continuar sendo exemplo para o Rio Grande do Sul, Brasil e talvez mundo quando o assunto é a satisfação de nossas crianças e suas famílias para com a educação. E vale lembrar que a gente sempre pode fazer mais.” AI/VM


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui