Estrela faz repasse de quase meio milhão em retorno do ICMS

Evento na sede da Prefeitura de Estrela marcou a entrega dos valores para cinco empresas do município


0
Repasse do retorno do ICMS foi realizado ao fim da tarde desta sexta-feira (Foto: Pablo Reis/Prefeitura de Estrela)

Em uma solenidade realizada ao fim da tarde desta sexta-feira (10), o Governo de Estrela realizou o repasse de R$ 478.135,92 em retorno do ICMS, base do valor adicionado de 2018 e 2019 e devolução de 2021, a cinco empresas do município: Cooperativa Languiru; Ecovale; Transwerle; Latvida e Plastrela, que estavam representadas no ato por seus proprietários e dirigentes.

A secretária da Fazenda, Elaine Strehl, foi a primeira a falar aos presentes sobre o repasse: “Destaco que tivemos, até o momento, o ingresso nos cofres públicos de retorno do ICMS de mais de R$ 33 milhões, e este valor na sua grande maioria provém destas empresas, e outras, como da indústria, comércio e serviços, que representam 64% do total”, seguiu. “Este investimento que vocês fazem não é só no retorno de ICMS, mas também no retorno social local quando empregam pessoas, cumprem folhas de pagamentos, fazem gerar recursos que de uma forma ou outra retornam às diversas áreas de nosso município nesta nossa saudável e importante cadeia.”

O prefeito Elmar Schneider, que há poucas horas havia chegado de Brasília e já participado de outras ações, também falou sobre o momento. “O ano é um que tinha tudo para dar errado. Muitos tinham medo de quebrar, outros de morrer. Assim, em um ano de muitos desafios é que todos nós fomos desafiados de uma forma ou outra. E se olharmos um pouco dentro destas dificuldades todas, é graças ao comércio, à indústria, ao agro e aos serviços que Estrela conseguiu mostrar, na última Multifeira, ao Vale, ao Rio Grande do Sul e ao Brasil, um exemplo do seu potencial, do seu crescimento”, iniciou ele.

Ao revelar que novidades e boas notícias virão de Brasília nas áreas de estradas, rodovias e agronegócio, onde esteve inclusive reunido com o presidente Jair Bolsonaro, ministros e deputados, o prefeito seguiu. “Entendo que ainda precisamos mudar, principalmente por meio de uma reforma administrativa. No ano passado saíram do Estado R$ 73 bilhões de impostos, mas talvez não retornem nem 20% deste total. Aqui não é diferente. Por isso que vamos encaminhar projetos de lei no sentido da melhora. Exemplo, um que vai modificar também os incentivos aos agricultores. Hoje são apenas 162 agricultores beneficiados, e essa nova lei vai beneficiar 1.151 para que possam produzir mais, e atender melhor às demandas de nossos empresários e população aos produtos de todas as áreas”, finalizou. AI/MF

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui