Estudo aponta que Coronavac é eficaz contra variante brasileira

Pesquisa feita com mais de 67 mil pessoas em Manaus mostra que imunizante tem 50% de efeito após 14 dias da primeira dose


0
Foto: Butantan / Divulgação

A vacina Coronavac chega a 50% de eficácia nos casos sintomáticos de Covid-19, causados pela variante identificada em Manaus, no Amazonas, após 14 dias da aplicação da primeira dose. Esse foi o resultado preliminar de um estudo realizado pelo grupo Vebra Covid-19, com 67.718 profissionais de saúde imunizados na capital amazonense, onde a mutação brasileira é predominante. O estudo é encabeçado pelo médico infectologista Julio Croda, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

Esse resultado permite a possibilidade de se utilizar os estoques de segunda dose do imunizante feito pelo Butantan, em parceria com a chinesa Sinovac, para vacinar imediatamente quem tem mais de 60 anos de idade, projeta o epidemiologista Wanderson de Oliveira, atual secretário de Serviços Integrados de Saúde do Supremo Tribunal Federal (STF) e que fez parte da equipe do ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta.

Fonte: R7

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui