Estudo sobre mutação genética mostra que novo coronavírus se espalhou no final de 2019

Mais de 3,68 milhões de pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus em todo o mundo e 256 mil morreram.


0
Foto: IOC/Fiocruz

Uma análise genética de amostras de mais de 7.500 pessoas infectadas com a Covid-19 leva a crer que o novo coronavírus se espalhou rapidamente ao redor do mundo no final do ano passado e que está se adaptando a seus hospedeiros humanos, disseram cientistas nesta quarta-feira (6).

Um estudo de cientistas do Instituto de Genética do University College de Londres (UCL) descobriu quase 200 mutações genéticas recorrentes do novo coronavírus Sars-Cov-2 que os pesquisadores disseram mostrar como ele pode estar evoluindo à medida que se dissemina nas pessoas.

Mais de 3,68 milhões de pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus em todo o mundo e 256 mil morreram, de acordo com uma contagem da Reuters. Infecções foram relatadas em mais de 210 países e territórios desde que os primeiros casos foram identificados na China em dezembro de 2019.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui