“Eu errei”, admite Bolsonaro sobre dados de relatório do TCU

Presidente afirmou nessa segunda (7) que colegiado questionou 50% das mortes por coronavírus em 2020


0
Foto: Adriano Machado/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro admitiu que dados atribuídos por ele nesta segunda-feira (7), ao Tribunal de Contas de União (TCU), de que cerca de metade das mortes por covid-19 não seriam causadas pela doença, não são de autoria da Corte. “Eu errei, quando falei tabela. O certo é acórdão”, afirmou. “A tabela quem fez fui eu, não foi o TCU”, reconheceu o presidente.

Após a fala e antes da correção feita pelo órgão, apoiadores do presidente, como o filho e deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Bia Kicis (PSL-DF), reproduziram a informação falsa por meio de redes sociais.

Em conversa na manhã desta terça-feira, 8, com apoiadores, mesmo após admitir ter mentido sobre os dados do TCU, Bolsonaro, porém, insistiu na tese de haver indício “enorme de supernotificação” sobre mortes de covid-19 no País. Isso ocorreria, segundo ele, por uma manobra de Estados para receberem mais recursos do governo federal.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui