EUA anunciam ajuda ao Amazonas após colapso hospitalar e piora nos casos de coronavírus

Iniciativa liderada pelo governo dos EUA arrecadou mais de US$ 300 mil em doações, equivalente a mais de R$ 1,6 milhão.


0
Foto: Divulgação/Secom

O governo dos Estados Unidos anunciou o envio de ajuda ao Amazonas para o enfrentamento ao coronavírus, após o estado entrar em colapso hospitalar pelo rápido aumento nos casos de Covid-19. Segundo nota divulgada pela Embaixada americana no Brasil, uma iniciativa liderada pelo governo dos EUA arrecadou mais de US$ 300 mil em doações, equivalente a mais de R$ 1,6 milhão. Fonte: G1

SP pede autorização ao Ministério da Saúde para usar todas as vacinas disponíveis na primeira dose

O governo de São Paulo pediu autorização para usar todo o estoque de CoronaVac disponível para aplicar a primeira dose da vacina, sem reservar metade do lote para a segunda dose. O pedido foi feito por meio de ofício enviado ao Ministério da Saúde na quarta-feira (27). Para isso, o intervalo entre as doses, que é de até 28 dias, seria estendido por até 15 dias adicionais, segundo o governo estadual. O ministério pediu que estados sigam a orientação de dar duas doses da vacina contra a Covid-19. Segundo a pasta, não há evidência científica de que a ampliação do intervalo entre a aplicação da primeira e a segunda dose irá oferecer a proteção necessária para a população. Fonte: G1

Vacina contra a Covid-19 da Novavax tem eficácia de 89%, aponta análise inicial

A empresa de biotecnologia Novavax, dos Estados Unidos, informou que a sua vacina NVX-CoV2373 contra a Covid-19 tem uma taxa de eficácia de 89,3%. O índice foi obtido por meio dos estudos clínicos de fase 3, última etapa de testes, que contou a participação de mais de 15 mil voluntários no Reino Unido. A análise, no entanto, é preliminar. Fonte: G1

Justiça suspende retorno das aulas presenciais no estado de São Paulo

O Tribunal de Justiça suspendeu o retorno das aulas presenciais no estado de São Paulo. A decisão vale para escolas públicas e privadas. O governo estadual disse que vai recorrer. A liminar atendeu a um pedido do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) para barrar decreto do governador João Doria (PSDB) que autorizava a abertura das escolas mesmo se o estado registrasse piora nos índices da pandemia de Covid-19. Anunciada em dezembro, a medida valia inclusive se SP voltasse às fases mais restritivas das flexibilizações econômicas estabelecidas pelo plano estadual. Fonte: G1

Prazo para pedir reaplicação do Enem 2020 termina nesta sexta

Candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 que tiveram diagnóstico de Covid-19 ou aqueles que foram prejudicados por problemas logísticos, como salas lotadas, nas provas impressas têm até as 23h59 desta sexta-feira (29) para pedir a reaplicação. Fonte: G1

Adesão à greve dos caminhoneiros divide categoria no RS

A greve dos caminhoneiros no Brasil, convocada pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) para a próxima segunda-feira, 1º de fevereiro, divide a categoria no Rio Grande do Sul. A classe concorda nos motivos da mobilização, que inclui o aumento no preço dos combustíveis e uma série de reivindicações não atendidas após a paralisação de 2018. Mas há divergências sobre o momento para um ato desta proporção. Os organizadores preveem a participação de cerca de 2 milhões de caminhoneiros, entre trabalhadores autônomos e com carteira assinada, em pelo menos 18 estados. Na última terça, o movimento ganhou a adesão da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística (CNTTL), que orientou 800 mil motoristas a integrarem o ato. A falta de avanços na legislação para a criação de um piso mínimo de frete é fator preponderante para uma eventual nova greve. Por outro lado, a Confederação Nacional dos Caminhoneiros e Transportadores Autônomos de Bens e Cargas (Conftac) definiu ser contrária a uma greve neste momento. Fonte: Correio do Povo

Viva o Taquari Vivo 2021 será no dia 10 de abril

A Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), através da Unidade Parceiros Voluntários (UPV) Lajeado, programa para a manhã de 10 de abril a 14ª edição da ação Viva o Taquari Vivo. O movimento voluntário de limpeza das margens e leito do rio Taquari ocorre simultaneamente nos municípios de Lajeado, Estrela, Arroio do Meio, Cruzeiro do Sul, Bom Retiro do Sul, Encantado e Venâncio Aires. A comissão organizadora da ação reúne-se virtualmente às 8h da próxima terça-feira, dia 2 de fevereiro, para planejar a programação que será realizada em cada município. Representantes de municípios, empresas, organizações e de grupos voluntários são convidados a participar do encontro para projetar a realização do movimento. A última edição da ação ocorreu em 2019. No ano passado, o Viva o Taquari Vivo estava programado para o dia 28 de março, mas foi cancelado em função da pandemia. AI/LF

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, ao meio-dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui