EUA autorizam vacina da Pfizer, e imunização começa na próxima semana

País é o recordista de casos e óbitos por coronavírus no mundo.


0
Foto: Owen Humphreys / POOL / AFP

A FDA, agência responsável pela autorização de medicamentos nos Estados Unidos, concedeu nesta sexta-feira (11) o aval para que a vacina da Pfizer/BioNTech seja utilizada no país. É a primeira autorização emergencial concedida pelo órgão, e é o ponto de partida para uma campanha nacional de vacinação no país, que deve começar na próxima semana.

Com a autorização, o plano de vacinação norte-americano começará a entregar as doses diretamente aos hospitais e farmácias, que vão vacinar os grupos prioritários: residentes de lares de idosos e profissionais da saúde.

Na quinta (10), o comitê de especialistas da FDA havia recomendado a aprovação do imunizante. Após duas doses, a vacina foi considerada segura, sem efeitos colaterais graves, e 95% eficaz na prevenção da covid-19, doença causada pelo coronavírus. A primeira dose deve começar a proteger o paciente após 10 dias, mas menos do que com a dose complementar, três semanas depois.

Os Estados Unidos são o país mais afetado pela pandemia, com 15,6 milhões de casos confirmados e mais de 292 mil mortes, segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, que são usados como referência.

A vacina já começou a ser aplicada no Reino Unido. As autoridades de saúde britânicas, entretanto, desaconselharam o uso em pessoas com reações alérgicas significativas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui