EUA registram sete tiroteios em massa em sete dias

Levantamento aponta uma sequência de casos envolvendo ataques a tiros com vítimas entre o dia 16 e o dia 20 de março


1
Carro da polícia parado em frente ao supermercado em Boulder, no Colorado, onde um atirador matou ao menos 10 pessoas (Foto: Michael Ciaglo/USA TODAY/Reuters)

Com o ataque a tiros ontem que matou ao menos 10 pessoas em um supermercado em Boulder, no Colorado, os Estados Unidos registraram sete tiroteios em massa em um período de sete dias. Levantamento aponta uma sequência de casos envolvendo ataques a tiros com vítimas entre o dia 16 e o dia 20 de março

No dia 16, oito pessoas morreram, entre elas seis mulheres asiáticas, foram mortas por um atirador em um ataque a três casas de massagens em Atlanta, na Geórgia. A suspeita é de que o ataque foi motivado por racismo.

Na mesma semana, houve mais seis ataques. No dia 17, em Stockton (Califórnia), cinco pessoas foram baleadas enquanto preparavam uma vigília. Elas não tiveram ferimentos graves. No dia seguinte (18), quatro pessoas foram levadas ao hospital após um tiroteio próximo a Portland, em Oregon.

No sábado, dia 20, foram registrados três incidentes. Em Houston, cinco pessoas foram baleadas após uma confusão em uma boate. Uma das vítimas foi internada em estado grave. Em Dallas, um homem atirou e feriu oito pessoas, matando uma. A motivação ainda é desconhecida.

No mesmo dia, na Filadélfia, uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas em um tiroteio em uma festa ilegal (devido às restrições durante a pandemia) com pelo menos 150 pessoas.

Fonte: UOL

1 comentário

  1. Aposto que todos atiradores são da extrema direita. Em breve teremos isto aqui no Brasil também, devido a polarização política e a flexibilização para compras de armas. E o maior incentivador é o presidente da república.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui