EUA vão oferecer dose de vacina de reforço contra o coronavírus a partir de setembro

Os primeiros a receber a dose de reforço serão os profissionais de saúde, moradores de asilos geriátricos e pessoas mais velhas


0
Dose de vacina da Pfizer/BioNTech sendo preparada em Saint-Nazaire, França, em 28 de maio (Foto: Stephane Mahe/Arquivo/Reuters)

O governo dos Estados Unidos afirmou, nesta quarta-feira (18), que tem planos para ministrar uma terceira dose de vacina contra a Covid-19 no país a partir do dia 20 de setembro. Na última semana, o país já tinha autorizado a 3ª dose da vacina para transplantados.

As infecções nos EUA têm crescido por causa da variante delta do coronavírus.

O governo dos EUA está preparado para oferecer a dose de reforço a todos que já foram imunizados há pelo menos oito meses com as vacinas da Pfizer e Moderna, afirmou, em um comunicado, o Departamento de Serviços Humanitários e de Saúde.

A dose de reforço será inicialmente dada aos profissionais da saúde, aos moradores de asilos geriátricos e pessoas mais velhas (esses foram os primeiros grupos que receberam as vacinas no fim de 2020 e começo de 2021).

Sobre a vacina da Janssen, que também está sendo usada nos Estados Unidos, as autoridades de saúde disseram que estão aguardando mais dados, mas que as pessoas que tomaram o imunizante também precisarão de reforço.

“Nosso plano é proteger o povo americano, ficar à frente desse vírus”, disse a diretora do CDC, Rochelle Walensky, em um comunicado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui