Everton lamenta morte do avô por Covid-19: “Não é uma gripezinha”

Jogador usou uma rede social para demonstrar o luto pela passagem.


0
Foto: Reprodução

O atacante do Grêmio Everton utilizou a sua conta oficial no Instragram para lamentar a morte do avô Francisco Albuquerque de Araújo. O jogador da Seleção Brasileira destacou a tristeza pela perda de um dos responsáveis por fazer o futebol entrar na vida dele. “Meu maior fã”, escreveu em uma foto ao lado de Francisco, vítima da Covid-19. O avô morava em Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza.

“Sua partida quebrou meu coração, nunca tinha sentido algo assim antes. Parece que o mundo desabou. Fiquei sem chão, e meu vô não tenho palavras para descrever o homem que você foi, sempre fez presente na minha vida. Em saber que você morreu em Cristo, isso me conforta. Seu Francisco que falta você já faz”, escreveu.

O avô foi um dos maiores incentivadores de Everton e, como contam seus treinadores de infância, era ele que levava o jovem cearense para as competições. “Isso não é simplesmente uma ‘gripezinha’ e está mais perto do que imaginamos”, lamentou na publicação.

A notícia abalou Everton em um momento que a sua vida pode passar por uma mudança importante. Pretendido por vários clubes da Europa, como Napoli e Milan, da Itália, Borrusia Dortmund, da Alemanha, e Everton, da Inglaterra, o jogador terá que definir o seu futuro nos próximos meses.

Os italianos teriam feito uma proposta pelo atacante gremista que gira em torno de 17 milhões de euros. O Grêmio só aceita uma transferência do seu principal jogador se receber um valor entre 25 e 28 milhões, de acordo com as cláusulas do contrato. Pessoas ligadas a Everton aguardam uma nova investida nos próximos dias.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui