Ex-BBB Marcos diz que confia na Justiça no caso em que é suspeito de agressão

Cabe à Justiça decidir se aceita a denúncia e abre o processo contra o médico.


0
Foto: Divulgação

O ex-BBB Marcos Harter, de 37 anos, disse que confia na Justiça no caso que apura suposta agressão a também ex-participante do programa Emily Araújo, de 20 anos.

Nesta segunda (24), o MP-RJ ofereceu denúncia contra o participante do Big Brother Brasil por dois delitos de lesão corporal. Caberá à Justiça agora decidir se aceita a denúncia e abre processo contra o médico.

Ele é suspeito de agredir a participante e vencedora do reality Emilly de Araujo, que durante o programa teve um relacionamento amoroso com o médico. De acordo com a denúncia, na festa Retrô, que aconteceu no programa, Marcos, por ciúmes, agrediu Emilly com fortes beliscões, que causaram um hematoma no braço esquerdo da vítima.

Ainda de acordo com o MP, Marcos ofendeu novamente a integridade corporal de Emilly, com um apertão no antebraço direito, que acarretou um novo hematoma. As lesões constam do laudo de corpo de delito.

As agressões levaram à eliminação de Marcos do BBB no último dia 10, por ter infringido as regras do programa, que proíbem agressões físicas entre os participantes. Na investigação aberta pela Polícia Civil, o médico prestou depoimento e alegou que nunca teve a intenção de machucar Emilly.

Carta

O ex-BBB Marcos Härter publicou em seu perfil no Facebook um longo desabafo na forma de uma carta para Emilly. A ex-sister campeã da edição de 2017, com quem ele manteve um relacionamento enquanto os dois estavam na casa do reality show da TV Globo. Num texto com referências a amor e mágoa, o médico diz que viveu com Emilly uma das maiores histórias de amor de sua vida, mas que, a partir de um certo ponto, ela começou a enxergá-lo como um adversário.

De acordo com o ex-brother, a mudança na relação com Emilly ocorreu quando ele voltou do paredão com Marinalva com 77% de aprovação. “E foi ali que você cometeu um dos seus maiores erros dentro do programa: ao ouvir minha torcida gritar “É campeão!”, passou a me ver como alguém que eu nunca tinha sido para você: um adversário.”

Marcos não fala em agressão e se diz muito magoado com Emilly. Ele também relata o encontro entre os dois após ele sair do confessionário no dia da eliminação.

Leia a carta completa aqui

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui