Ex-diretor do Ministério da Saúde nega pedido de propina e chama vendedor de vacina de “picareta”

Roberto Ferreira Dias também refutou que fez pressão atípica para acelerar importação da Covaxin


0
Foto: Pedro França / Agência Senado

A CPI da Covid ouve nesta quarta (7) Roberto Ferreira Dias, ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde. À comissão, Dias chamou o chamou o policial militar e vendedor de vacinas Luiz Dominguetti de “picareta” e afirmou que nunca pediu propina. Ex-diretor também refutou que fez pressão atípica para acelerar importação da Covaxin. Ele foi citado na CPI pelos irmãos Miranda. Dias afirmou ainda que não chegou ao ministério por indicação de Ricardo Barros, mas sim de outro parlamentar do Paraná. Antes do depoimento, os senadores convocaram o reverendo que negociou 400 milhões de doses da AstraZeneca em nome do governo. Fonte: G1

Vendas do comércio brasileiro crescem 1,4% em maio, no segundo mês consecutivo de alta

As vendas do comércio varejista cresceram 1,4% em maio, na comparação com abril, no segundo mês consecutivo de alta, conforme divulgou nesta quarta-feira (07) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com maio do ano passado, a alta foi de 16%. Com o resultado, o varejo brasileiro agora se encontra 3,9% acima do patamar pré-pandemia. O setor acumula ganho de 6,8% no ano e de 5,4% nos últimos 12 meses. Os índices de confiança do comércio e de serviços registraram em junho a terceira alta consecutiva em junho, segundo sondagem da FGV (Fundação Getúlio Vargas). Fonte: O Sul

Presidente do Haiti e primeira-dama são assassinados em casa

O presidente do Haiti, Jovenel Moise, foi morto em um ataque a tiros em sua casa, na capital Porto Príncipe, na madrugada desta quarta-feira (7), anunciou o primeiro-ministro interino do país, Claude Joseph. O premiê interino afirmou também que a primeira-dama, Martine Moise, levou um tiro e foi hospitalizada. Ela morreu horas depois em um hospital da capital. Jovenel tinha 53 anos e Martine, 47. Moise vinha enfrentando forte oposição de setores da sociedade que consideravam seu mandato ilegítimo. Nos últimos quatro anos, por exemplo, devido à pressão política, o país teve sete primeiros-ministros e uma nova troca estava programada. Joseph estava seria substituído esta semana após três meses no cargo. Fontes: G1 e Correio do Povo

Nova variante do coronavírus é identificada no RS

Uma nova variante do coronavírus foi detectada pelo Laboratório de Microbiologia Molecular da Universidade Feevale, em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. A descoberta foi comunicada na segunda-feira (5) pela Rede Corona-Ômica BR-MCTI. “É uma variante. O que falta é definir sua permanência, dispersão, nomenclatura. Isso é que leva mais tempo”, disse o virologista Fernando Spilki. Ainda não é possível definir o risco de contágio dessa variante. “Não temos ainda um número de casos que possa informar sobre isso. Para chegar a esse dado, é necessário monitorar por mais tempo”, explica Spilki. Os pesquisadores analisaram o sequenciamento de 26 genomas do vírus SARS-CoV-2 de amostras coletadas entre final de abril de metade de junho de 2021. O material genético veio de amostras de 20 pessoas que cruzaram a fronteira entre o Rio Grande do Sul e a Argentina, em Uruguaiana, outros quatro foram entregues pela Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre (SMS) e duas foram recebidas no próprio laboratório da Feevale. Fonte: G1

Brasil recebe novo lote com mais de 600 mil vacinas da Pfizer nesta quarta-feira

O Brasil recebe nesta quarta-feira (7) mais uma remessa com 600,2 mil doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19. O lote desembarcará no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), e será destinado ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. Com a entrega, a farmacêutica Pfizer soma 16 milhões de doses distribuídas ao governo brasileiro desde abril. Este é o 22º lote de vacinas contra a Covid-19 entregue pela Pfizer; a remessa faz parte do primeiro contrato, assinado em março deste ano, que prevê 100 milhões de vacinas até o final de setembro. Outro acordo, firmado em maio, estabelece outras 100 milhões entre outubro e dezembro. Até esta terça-feira (6) 104,97 milhões de vacinas já haviam sido aplicadas no país, um total de 49,57 a cada 100 habitantes. Fonte: O Sul

Pessoas da faixa dos 40 anos poderão se vacinar contra a Covid-19 nesta quarta, em Lajeado

A Prefeitura de Lajeado ampliou em dois anos a faixa etária de vacinação contra a Covid-19. Nesta quarta-feira (7) poderão se vacinar contra a Covid-19 pessoas nascidas até 31/12/1981, ou seja quem faz 41 e 40 anos em 2021. Nesta terça, já havia se avançado para pessoas com 42 e 43 anos. Os locais de vacinação seguirão sendo os mesmos, o Parque do Imigrante, no modo drive-thru, e no Posto do Centro, para quem for a pé. O horário para aplicação dos imunizantes será das 8h às 14h, sem fechar ao meio-dia. Os demais grupos prioritários seguirão sendo vacinados, bem como continua também a aplicação da segunda dose da vacina em quem já recebeu a primeira. Lajeado conta com 36.211 vacinados com primeira dose, o que representa 42,5% dos 85.033 habitantes, conforme estimativa do IBGE de 2020. São 13.512 habitantes (15,8%) que já receberam a segunda dose ou a dose única e que estão com o ciclo vacinal completo. RS

Produção de veículos cai 13,4% em junho frente a maio, diz Anfavea

Com 166,9 mil unidades fabricadas, a produção de veículos registrou queda de 13,4% na passagem de maio para junho, conforme balanço divulgado nesta quarta-feira, 7, pela Anfavea, entidade que representa as montadoras instaladas no País. Em meio à falta de peças, agravada pela indisponibilidade de componentes eletrônicos, a produção de junho foi a menor em 12 meses. Frente a junho do ano passado, quando a indústria ainda sentia o choque dos primeiros meses de pandemia no Brasil, a produção subiu 69,6%. Os números englobam carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus. Fonte: Correio do Povo

Cerimônia de posse da nova presidência da Famurs será nesta quinta-feira

A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) realiza nesta quinta-feira (8) a Cerimônia de Posse do Conselho de Administração para gestão 2021/2022. Na oportunidade, o atual presidente e ex-prefeito de Taquari, Maneco Hassen, passará o comando da entidade para o prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto. A solenidade será realizada de forma híbrida, no Hotel Plaza São Rafael, às 14h, com a presença dos prefeitos eleitos para os Conselhos de Administração e Fiscal, além de autoridades convidadas como o governador Eduardo Leite e deputados gaúchos. O evento também será transmitido pelo Facebook e canal no YouTube da entidade. No ato, também serão empossados os vice-presidentes que compõe o Conselho de Administração da Famurs. São eles: prefeita de Muitos Capões, Rita de Cássia Campos Pereira; prefeito de Lagoa dos Três Cantos, Sergio Antonio Lasch; prefeito de São Jerônimo, Evandro Agiz Heberle; prefeito de Nova Santa Rita, Rodrigo Battistella; prefeito de Jaguarão, Favio Marcel Telis Gonzalez; prefeito de Guaíba, Marcelo Maranata; e o prefeito de São José dos Ausentes, Ernesto Valim Boeira. Na ocasião também será oficializado o Conselho Fiscal. São titulares os prefeitos de Chiapeta, Eder Luiz Both; de Mormaço, Rodrigo Jacoby Trindade; e de Lajeado do Bugre, Roberto Maciel Santos. Os suplentes do conselho são os prefeitos de Formigueiro, Jocelvio Gonçalves Cardoso; de Santa Rosa, Anderson Mantei; e de Arroio do Meio, Danilo José Bruxel. AI

Produção e apresentação: Ricardo Sander
Próxima edição: às 18h

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui