“Entregamos o município de uma maneira que inúmeros gestores gostariam de receber”, afirma Klaus Schnack

Atual prefeito de Arroio do Meio, Danilo Bruxel, reclamou que Klaus Schnack quitou financiamento de R$ 3,3 milhões antes de deixar a administração municipal.


0
Foto: Tiago Silva

O ex-prefeito de Arroio do Meio Klaus Werner Schnack (MDB) respondeu à declaração do Danilo Bruxel, que assumiu a administração municipal em janeiro, sobre a quitação de um financiamento para realizar pavimentações antes de deixar a gestão da cidade, em dezembro. Bruxel, do Progressistas (PP), disse que esta foi a a sua maior frustração no processo de transição.


ouça a entrevista

 


“Os juros eram baixos. O valor seria pago em 15 anos. Por surpresa nossa, para o prefeito não dar o gosto de deixar o dinheiro em caixa, ele devolveu o dinheiro.” Segundo Bruxel, o montante também poderia ter sido deixado encaminhado para as pavimentações em andamento. “Era só deixar as obras licitadas”, explica. “Foi uma situação feita por ciúmes”, disse o político do PP, que derrotou Klaus em novembro nas urnas.

Para o emedebista, a sua conduta ao deixar a prefeitura foi adequada. “Acredito que não comprometa nenhum projeto que foi tratado no período eleitoral, porque dentro do período eleitoral sempre se falou de novos orçamentos, e não em recursos do passado”, destaca.

Para o ex-prefeito, sua gestão foi eficiente na elaboração de projetos e na captação de recursos. Klaus explica que entregou as chaves da cidade com R$ 3,9 milhões no caixa da prefeitura e R$ 10,5 milhões em obras em andamento — parte delas paga, parte com recursos em caixa e outros contratados. Ele entende que quitar o financiamento relativo aos R$ 3,3 milhões que Bruxel se referia não compromete o futuro financeiro do município.

Klaus destaca que Arroio do Meio é um município bom de se gerir. Ele garante que deixou a gestão municipal em uma boa condição financeira. “Tem quase R$ 100 milhões de orçamento, os quais foram debatidos na campanha eleitoral”, ressalta.

“É muito previsível esses posicionamentos, que são normais de quem assume, mostrar dificuldades. Realmente, não há condições de fazer tudo logo. Mas, com o orçamento que Arroio do Meio tem, é um município pujante, certamente ele terá todas as condições de cumprir com seu plano de governo que foi aprovado pela comunidade. E dentro da nossa gestão que fizemos, também tratamos com responsabilidade os recursos que foram construídos dentro de um planejamento financeiro e físico de execução dentro da própria gestão, que tivemos quatro anos”, justifica.

“Acredito que entregamos o município de uma maneira que inúmeros gestores gostariam de receber para gerenciar. Mais de R$ 10,5 milhões em obras captadas para executar. Isso representa mais de 10% do orçamento deste ano”, destaca.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui