Ex-presidente da Funai diz que foi demitido por barrar indicações; ministro aponta gestão ineficiente


0
Foto: Divulgação

O ex-presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai) Antônio Fernandes Toninho Costa afirmou nesta sexta-feira (5) que foi demitido por discordar de indicações políticas para o órgão. Ele acrescentou que não compactua com “malfeitos” do governo federal em relação às causas indígenas.

A demissão de Antônio Costa foi publicada na edição desta sexta-feira do “Diário Oficial da União”. Em nota, o ministro da Justiça, Osmar Serraglio, afirmou que Antônio Costa foi demitido por problemas de gestão e também por ter quebrado a hierarquia ao criticar publicamente ações determinadas pelo Palácio do Planalto. O governo ainda não indicou o novo presidente da Funai.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui