Ex-presidente da Pfizer no Brasil fala à CPI da Covid nesta quinta

Carlos Murillo deverá ser questionado sobre oferta de doses ao governo no ano passado


0
Ex-presidente da Pfizer no Brasil fala à CPI da Covid nesta quinta (Foto: Leopoldo Silva / Agência Senado)

O ex-presidente da Pfizer no Brasil Carlos Murillo será ouvido nesta quinta-feira (13) na CPI do Senado, que investiga possíveis omissões do governo Jair Bolsonaro e desvio de verbas federais por estados e municípios no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Atualmente Murillo ocupa o cargo de CEO do laboratório na América Latina. Murillo era o chefe da representação brasileira quando começaram as negociações com o governo para a compra de vacinas contra o novo coronavírus.

Ele poderá dar mais informações sobre dados já trazidos pelo ex-secretário Especial de Comunicação Social Fabio Wajngarten na quarta-feira (12), confirmando envio de carta pela Pfizer em 12 de setembro à cúpula do governo brasileiro. A empresa teria ficado dois meses sem resposta. O laboratório já afirmou que tinha oferecido em agosto 70 milhões de doses, que seriam entregues em pequenas quantidades a partir de dezembro de 2020.

Como a negociação foi adiada, a aquisição ocorreu apenas em março deste ano, após o registro do produto pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). As vacinas começaram a chegar no final de abril. O governo alegou que a proposta tinham cláusulas abusivas e que faltava segurança jurídica para a assinatura.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui