Ex-presidente do Inter, Marcelo Medeiros recebe título de Cidadão Emérito de Porto Alegre

Conselheiro do Inter há mais de 30 anos, Medeiros presidiu o clube de 2016 a 2020


0
Foto: Câmara de Porto Alegre / Divulgação

O ex-presidente do Inter Marcelo Medeiros receberá o título de Cidadão Emérito de Porto Alegre na manhã desta sexta-feira. A cerimônia está marcada para as 10h30, na Câmara de Vereadores. A distinção é feita a quem tenha contribuído com o desenvolvimento da capital gaúcha. Conselheiro do Inter há mais de 30 anos, Medeiros assumiu como presidente em 2016 e esteve à frente do clube durante a campanha do Brasileirão da Série B, em 2017. Ele deixou a função em 2020, com o time brigando pelo título do Brasileirão daquele ano. Além disso, foi vice-presidente eleito e vice-presidente de futebol, ambos na gestão de Giovanni Luigi, integrante do departamento jurídico e diretor das categorias de base. Fonte: Correio do Povo

Voo com estrangeiros decola do aeroporto de Cabul pela 1ª vez desde a retirada dos EUA

O primeiro voo com estrangeiros decolou nesta quinta-feira (9) do aeroporto internacional de Cabul, capital do Afeganistão, desde que os Estados Unidos encerraram a ocupação de quase 20 anos no país. Cerca de 200 pessoas embarcaram neste primeiro voo, incluindo americanos, britânicos, alemães e canadenses, segundo a agência de notícias Associated Press e o jornal “The New York Times”. Os voos domésticos haviam sido retomados no domingo (5), com a companhia aérea estatal Ariana Afghan Airlines voltando a fazer viagens para três províncias. Fonte: G1

Após protestos e bloqueios por caminhoneiros, rodovias do RS começam a ser liberadas

Rodovias estaduais e federais do Rio Grande do Sul começaram a ser liberadas, após mobilização dos caminhoneiros, no fim da manhã desta quinta-feira. Desde as primeiras horas do dia, grupos de motoristas protestaram e bloquearam parcialmente e totalmente as principais vias do Estado. Em alguns estados, a mobilização ocorre desde a quarta-feira. Na região Sul do Estado, conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a paralisação dos caminhoneiros começou a se desmobilizar na manhã desta quinta-feira. Um dos pontos de mobilização fica no km 66 da BR 392, em um posto de combustíveis. Não foram registrados bloqueios nas estradas da região. Dos aproximadamente 100 caminhões parados, por volta das 10h30, mais de 40 já tinham saído da rodovia. A mesma situação ocorreu no posto de combustíveis situado no km 481 da BR 116. Por volta das 10h45, a PRF informou que o trânsito estava fluindo normalmente nas rodovias. Fonte: Correio do Povo

Setor de supermercados descarta possibilidade de desabastecimento

Em meio a bloqueios de estradas ao redor do país por caminhoneiros que apoiam o governo federal, o vice-presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Marcio Milan, afirmou na manhã desta quinta-feira que “não há necessidade de o consumidor correr” para estocar produtos alimentícios.”Estamos monitorando junto ao governo federal no sentido de identificar possíveis movimentos. Por enquanto não corremos o risco de abastecimento. Não há necessidade de o consumidor correr para fazer estoques”, disse. As interdições de rodovias federais e estaduais pelos caminhoneiros entraram no segundo dia consecutivo nesta quinta-feira. De acordo com nota mais recente do Ministério da Infraestrutura, com base em dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no início da manhã ao menos 15 estados registravam interrupções do fluxo de veículos, sejam elas totais ou parciais. Pouco tempo depois o Espírito Santo havia saído da lista. Fonte: Correio do Povo

Alta da gasolina pesa, e inflação oficial fica em 0,87% em agosto, maior taxa para o mês desde 2000

A inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerada a inflação oficial do país, ficou em 0,87% em agosto, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Puxada pelo aumento do preço da gasolina, esta foi a maior taxa para um mês de agosto desde 2000, embora levemente abaixo dos 0,96% registrados em julho. Fonte: G1

Produção e apresentação: Caroline Silva
Próxima edição: hoje, às 18h

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui