Executivo e Legislativo de Bom Retiro do Sul estudam viabilidade de auxílio para atividades não essenciais

Uma comissão será formada para avaliar ações neste sentido


0
Foto: Fernando Dias / Divulgação

Uma reunião na tarde da última quinta-feira (18), entre o Executivo e o Legislativo de Bom Retiro do Sul, discutiu viabilidades de conceder algum tipo de auxílio a comerciantes, profissionais liberais e prestadores de serviços das atividades não essenciais, que estão com as atividades suspensa em virtude das restrições dos protocolos de bandeira preta. O encontro foi conduzido pelo prefeito Edmilson Bussatto e pelo vice-prefeito Eder Eduardo Muller Ciceri, com a participação dos vereadores e secretários municipais. Uma indicação em caráter de proposta foi feita pelo Legislativo no dia 16.

Edmilson informou que a administração municipal já vinha avaliando uma forma de ajudar, ressaltando que o momento é delicado e requer muito planejamento e cuidado sobre onde os poucos recursos disponíveis serão empregados para atender as demandas que a pandemia de Covid-19 está apresentando. “Nossa prioridade é prestar todo auxílio ao nosso Hospital Sant’Ana para que tenha condições de atender a nossa população que lá está internada. Os custos de tratamento são altíssimos e os recursos são limitados. Entendemos que todos são essenciais para nossa economia e vamos dar nossa contribuição, mas a saúde deve ser a prioridade neste momento para que nenhuma vida mais seja perdida”, relatou Edmilson.

Presidente do Legislativo, João Pedro Pazuch apresentou sugestões de flexibilização dos protocolos, para que o comércio e as atividades não essenciais possam voltar a ter um mínimo de atividade, com critérios rigorosos de cuidados com a saúde. “Estamos solidários aos nossos empresários que estão impossibilitados de atuarem e estamos buscando formas de flexibilizar alguns protocolos, sem descuidar da saúde e com maior fiscalização. Vamos avaliar o nosso orçamento e ver a possibilidade de aportar algum recurso, que possa amenizar a situação de algumas atividades”, destacou João Pazuch.

Uma comissão será formada entre o Executivo, Legislativo, Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Bom Retiro do Sul (Aciab) e Secretaria de Habitação e Assistência Social para avaliar ações neste sentido. AI/VM

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui