“Expectativa muito positiva”, afirma secretário de Cultura de Lajeado sobre organização da Semana Farroupilha 2021

Saiba como a Prefeitura de Lajeado está estruturando o evento. “Faremos tudo com bastante cautela e planejamento”, ressalta Carlos Reckziegel


1
Foto: Tiago Silva

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Lajeado, Carlos Reckziegel, explicou como a Prefeitura de Lajeado está pensando e preparando-se para organizar a Semana Farroupilha de 2021, entre os dias 14 e 20 de setembro. “A gente está com uma expectativa muito positiva”, ressalta.

“Temos várias análises do cenário pandêmico, que está bastante favorável. No entanto, nós faremos tudo com bastante cautela e planejamento, e estaremos preparados para um plano B, caso não seja possível realizar a Semana Farroupilha com acampamento”, explica. O evento deve ser novamente realizado no Parque dos Dick.

“Neste momento, nós estamos dando o start no planejamento voltado a fazer o início da organização do evento. Embora seja daqui a dois meses, é um prazo muito curto”, reconhece o secretário. Na próxima terça-feira, a Prefeitura de Lajeado se reúne com entidades tradicionalistas da cidade para discutir detalhes do evento.

“Estamos trabalhando com bastante afinco para poder realizar de forma presencial, é bem verdade com alguns cuidados, com algumas adequações que precisamos pensar. Não descartamos, inclusive, solicitar a carteira de vacinação para quem estiver frequentando o acampamento. Não está decidido, mas é algo que está nas nossas anotações”, adianta.

“A Semana Farroupilha é muito especial porque é música, é culinária, é educação, e mexe muito com o sentimento de todos nós que somos gaúchos”, ressalta o secretário de Cultura, Esporte e Lazer.

A administração de Lajeado realizará o evento com recursos próprios neste ano. Os níveis de protocolos ainda estão sendo analisados pela organização, com controle de acesso e maior afastamento entre os ranchos. “A gente acredita que as apresentações vão poder ser presenciais. Se tem algo que a gente aprendeu nesse um ano e meio de pandemia é conviver com ela”, pondera Reckziegel, que mantém otimismo com o avanço da vacinação contra a Covid-19.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

1 comentário

  1. Pra semana farroupilha tem empenho e vontade!
    Mas para outras causas… Como o mês do orgulho LGBTQIA+, por exemplo, nem sinal.
    Espero que o mês da Consciência Negra em novembro seja lembrado, pois para colonização alemã tem até bandeira na frente da Casa da Cultura.

    E mais: reggae, funk, pop, rock… Música gauchesca não é unânime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui