Expovale é a vitrine de potencialidades do Vale do Taquari, diz soberana da feira em 2021

Vitória, Joana e Luísa contam detalhes de bastidores e afirmam que rivalidade entre candidatas não existe mais em concursos de beleza.


0
Luisa Capra, Vitória Karolina Moccelin Bettio e Joana Angélica Dullius formam a corte da Expovale 2021 (Foto: Rodrigo Gallas)

A estudante de Direito de 21 anos Vitória Karolina Moccelin Bettio, de Lajeado, foi escolhida Rainha da Corte da Expovale 2021. Ela foi agraciada com a coroa em desfile transmitido pelas redes sociais na última sexta-feira (27). Vitória será acompanhada pela primeira princesa Joana Angélica Dullius (22), de Cruzeiro do Sul, e da segunda princesa Luisa Capra (22), de Lajeado. Juntas, elas vão compor a corte que representará o evento programado para 23 a 26 de setembro e de 29 a 3 de outubro, em uma edição conjunta com a Construmóbil, no Parque do Imigrante, em Lajeado.


ouça a entrevista

 


Em entrevista no programa Troca de Ideias nesta segunda-feira (30), elas falaram sobre como foi a escolha e dos desafios que terão pela frente. Vitória ressaltou que o concurso conta com várias etapas, entre eles gravação de vídeo, teste cultural e realização de ações sociais. “Não é só ser bonitinha, ter só beleza; a gente precisa estudar também.” Para ela, é uma responsabilidade representar a Expovale como rainha, bem como como todas as potencialidades do Vale do Taquari, “porque a Expovale é a nossa vitrine”, afirma.

Vitória, Joana e Luísa destacam os momentos de expectativa, ansiedade e nervosismo até a chegada do desfile e terem seus nomes anunciados no palco do evento.

As soberanas também falam do clima entre as 11 candidatas na noite do desfile. “Já foi essa ideia de rivalidade”, afirma Joana, que tem 22 anos e é estudante de Psicologia.

Conforme elas, houve uma união e apoio mútuo entre as meninas. “Em todos os momentos, quando a gente estava no camarim, a gente sempre se uniu as 11 candidatas para tentar diminuir aquele momento de tensão”, recorda Luísa, natural de Ilópolis mas residente em Lajeado, onde estuda Biomedicina.

As novas soberanas não têm palavras para agradecer tanto carinho. Elas ainda não conseguiram responder as caixas de mensagens do WhatsApp, repletas de parabéns. “O carinho não tem como explicar, esse reconhecimento é fora de série”, pontua Vitória.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui